Por Eduardo Luiz
18/09/2021, 18h55

Raphael Veiga e Luiz Adriano fizeram os gols da vitória por 2 a 0 em Chapecó; time de Abel Ferreira vai a 38 pontos e mantém a vice-liderança.

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com Felipe Melo, Patrick de Paula e Luiz Adriano de novidades no time titular, o Palmeiras iniciou o jogo tomando um susto. Logo no primeiro minuto Felipe Melo cometeu falta em Bruno Silva e Busanello cobrou bem, exigindo ótima defesa de Weverton. Depois disso só deu Verdão.

No primeiro ataque mais perigoso o time de Abel Ferreira abriu o placar: aos 9 minutos Wesley recebeu na entrada da área e tocou para Raphael Veiga encher o pé, sem chances para o goleiro: 1 a 0. Aos 16, Dudu enfiou para Veiga cruzar por baixo; Keiller conseguiu desviar e tirou o gol de Wesley. Dois minutos depois Wesley recuperou a bola no ataque e ao invés de tocar para Luiz Adriano, livre, chutou em cima do goleiro.

O Palmeiras jogava à vontade. Aos 24 minutos Raphael Veiga fez boa jogada individual e tocou para Luiz Adriano chutar cruzado, para fora. No minuto seguinte o próprio camisa 23 finalizou e parou em boa defesa de Keiller. Aos 27 minutos o segundo gol enfim saiu. Dudu deu bom passe para Veiga chutar forte; o goleiro deu rebote, Piquerez chegou chutando e acabou dando uma assistência sem querer para Luiz Adriano: 2 a 0.

Jogando sem ser incomodado, o Verdão quase ampliou a vantagem aos 36 minutos: Dudu novamente deu uma de garçom e serviu Luiz Adriano, que chutou em cima do goleiro. Aos 45, Patrick de Paula arrancou e experimentou da entrada da área, à direita de Keiller.

De tão tranquilo que estava o jogo, o Palmeiras quase acabou se complicando sozinho: aos 46 minutos Marcos Rocha errou passe na defesa, a Chape foi rápida para armar uma jogada que terminou com Mike chutando com desvio, para fora. O escanteio não resultou em nada. Antes do intervalo ainda deu tempo do Verdão perder mais um gol: aos 47 minutos Wesley pedalou pra cima do zagueiro e chutou rente à trave esquerda do goleiro.

continua após a publicidade

Segundo tempo

O Verdão voltou para a etapa final com três alterações: Gabriel Menino no lugar de Marcos Rocha, Matheus Fernandes na vaga de Patrick de Paula, e Renan na de Wesley. As trocas fizeram o time recuar na mesma proporção que a Chapecoense ficou mais ofensiva com as alterações promovidas por seu treinador. Aos 8 minutos Ravanelli experimentou da entrada da área, nas mãos de Weverton.

Aos 20 minutos, após falta em Luan ignorada pelo árbitro, a equipe da casa cobrou escanteio e Jordan escorou de cabeça, para fora. A primeira finalização do Palmeiras no segundo tempo surgiu apenas aos 23 minutos: Luan lançou Luiz Adriano, o atacante dominou e chutou fraco, fácil para Keiller.

Jogando em ritmo de treino, o time de Abel Ferreira voltou a criar uma chance aos 29 minutos: Piquerez recebeu de Menino e devolveu para o camisa 25 chutar de canhota, por cima. No contra-ataque a Chapecoense levou perigo com Foguinho, que arriscou de média distância, à esquerda de Weverton. Aos 34, Mike também tentou a sorte de longe e mandou nas mãos do goleiro Palmeirense.

Diante do cansaço da Chape, o Verdão foi aproveitando os espaços deixados pela defesa. Aos 34 minutos Luiz Adriano enfiou para Dudu, que chutou em cima do goleiro. O assistente assinalou impedimento, que não existiu. No lance seguinte Dudu recebeu de Piquerez e tentou um chute colocado, mas Keiller estava atento e fez a defesa. Foi a última participação de Dudu na partida; logo depois ele deu lugar a Gabriel Veron.

Nos minutos finais do jogo, contando os 5 de acréscimo, nada de relevante aconteceu. Com a vitória, o time de Abel Ferreira vai a 38 pontos e assegura a vice-liderança do Brasileirão por mais uma rodada.

Agora o Verdão muda o foco pra Libertadores, já que na terça-feira (21/9), às 21h30, recebe o Atlético-MG pelo jogo de ida da semifinal.

Notícias relacionadas: