Por Catedral de Luz30/01/2023 Não me parece pecado contrariar um ponto de vista. Porém, o exagero está em achar que o contrário estabelece normas para o que é certo. Ninguém é posseiro da verdade, mas na torcida palmeirense – uma fatia dela, diga-se – alguns intitulam-se “professores de Deus” – batizados assim por Abel Ferreira

Por Catedral de Luz27/01/2023 Revisitamos mais um texto publicado pela parceria “PTD/ GALOPE PEREGRINO”, datado de 26/08/2013. Apenas há dois dias do jogo de volta frente ao Athetico Parananense (Copa do Brasil) e a expectativa crescia em nossos corações. Mal sabíamos que o desequilíbrio técnico era considerável – mais psicológico do que técnico. Todavia, nós

Por Catedral de Luz26/01/2023 Caro amigo Drummond, Tomo a liberdade de incomodá-lo e peço a gentileza de que o ato seja sinônimo de alegria e arrebatamento deste colunista e palmeirense extremamente feliz após mais um título. Tirá-lo do descanso eterno é certamente uma heresia, mas não posso desperdiçar seu poema escrito no longínquo – e

Por Catedral de Luz23/01/2023 Fevereiro ainda não chegou e parece que cruzamos a metade da temporada. O clube e a torcida se divorciaram e seus advogados discutem quem ficará com o quê. Há que ponto chegamos, amigos leitores! Que apareçam os responsáveis! Hora dessas, vira música da saudosa Banda Blitz, onde “eu dizia que era

Por Catedral de Luz20/01/2023 Revisitamos mais um texto publicado pela parceria “PTD/ GALOPE PEREGRINO”, datado de 23/08/2013. Apenas dois dias depois da vitória frente ao Athletico Paranaense (1×0, Copa do Brasil, jogo de ida) lançamos o texto intitulado “UMA RUA CHAMADA SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS. Felizes pela vitória, mas conscientes de que o nosso objetivo principal

Por Catedral de Luz19/01/2023 As palavras apresentadas no título sempre acaloraram discussões na linha do tempo. Todavia, com o advento imposto pela tecnologia chamada Internet – redes sociais, mais precisamente – tais valores mantiveram-se vivos e deixaram de ser monitorados pela ética, quiça pela moral. A “terra de ninguém” permitiu e concedeu “licença par matar”

Por Catedral de Luz16/01/2023 Não é preciso gastar o verbo. É suficiente racionar. Porém, quando o homem dispensa sua capacidade de interpretar acontecimentos e diferenciar entre os significados de opinar e informar, a coisa chamada futebol – por exemplo – vira motivo de guerra. Para que você sinta o funcionamento das mentes nefastas que habitam

Por Catedral de Luz09/01/2023 Entre a reportagem veiculada, com a assinatura de Daniel Bocatto e os possíveis esclarecimentos – acaso existiram? –, eu espero por elucidações consistentes, assim como a maioria da torcida alviverde. O caso envolvendo os direitos financeiros do jogador Piquerez e a verdade existente nos fatos continua ininteligível. As linhas escritas pelo