Por Eduardo Luiz
06/10/2022, 22h19

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Assim como fez contra o Atlético-MG, o auxiliar João Martins comandou o Palmeiras à beira do gramado contra o Coritiba, e também concedeu entrevista coletiva após a partida. O braço direito do técnico Abel Ferreira analisou o desempenho do time, que saiu vencedor por 4 a 0.

“Nós focamos muito nesses dias. Contra esse tipo de equipe em nossa casa temos que ser fortíssimos nas transições defensivas. Com a bola temos que fazer os gols. Antes de começar o jogo o Weverton falou que não poderíamos tomar nenhum susto, porque isso traz ansiedade”, iniciou o auxiliar.

“Os jogadores estavam mentalmente muito bem preparados. Não podíamos perder bola em zona de perigo. Foi isso que fizemos nos primeiros 30 minutos. Os jogadores foram intensos, rigorosos com eles próprios e conseguiram ficar confortáveis no jogo”, completou.

Por fim, João Martins manteve a postura de Abel ao não fazer projeções matemáticas para o título: “Temos que ganhar o próximo jogo. A eliminação do Athletico-PR (na Libertadores) nos custou muito. Nós, jogadores e comissão técnica, definimos que teríamos 13 finais e olhar uma de cada vez. Não pensar que faltam 8, pensar só na próxima segunda-feira e depois vemos as outras. Assim temos feio. É ganhar segunda-feira”.

O jogo citado por João Martins será contra o Atlético-GO, às 18h30, em Goiânia.