Por Eduardo Luiz
19/01/2023, 23h24

Meia foi o autor do único gol da partida contra o Botafogo, em Ribeirão Preto; Palmeiras vai a 4 pontos e assume a segunda colocação do Grupo D.

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

O jogo começou truncado em Ribeirão Preto, com as duas equipes mais preocupadas em destruir do que construir. Esse panorama só começou a mudar a partir dos 15 minutos, quando o Botafogo passou a criar chances claras para abrir o placar. Aos 19, após bicão do goleiro, Salatiel aproveitou vacilo de Murilo e chutou cruzado, para fora.

Aos 21 minutos Jean Vitor tocou para Salatiel se atirar na bola e carimbar a trave. O gol estava maduro, até que aos 24 saiu. Para o Palmeiras. Raphael Veiga recebeu na intermediária, percebeu o goleiro um pouco adiantado e soltou a bomba, acertando o ângulo esquerdo. Golaço! 1 a 0.

O gol não fez o Verdão acordar. Pelo contrário, o time da casa intensificou a pressão e aumentou a coleção de chances perdidas. Aos 26 minutos Fillipe Soutto cruzou para Guilherme desviar de cabeça e parar em milagre de Weverton; na sobra Gómez afastou. No lance seguinte Lucas Dias tentou encobrir Weverton de cabeça, mas o goleiro Palmeirense estava atento e evitou o empate.

O Palmeiras respondeu aos 29 minutos: Piquerez cruzou e Murilo escorou à esquerda do goleiro. Após um breve período sem emoção, o Botafogo voltou a levar perigo aos 39: Osman cobrou escanteio e a bola cruzou por toda área alviverde, inclusive pelo centroavante, que estava sem marcação. Na saída do tiro de meta, Jailson recebeu, tentou o drible e foi desarmado; Osman ficou com a bola e chutou rasteiro, rente à trave esquerda de Weverton, que tirou com os olhos.

No último lance do movimentado primeiro tempo o time de Abel Ferreira voltou a finalizar: Zé Rafael levantou para a área e Dudu escorou de cabeça, para fora. Nos três minutos de acréscimo o Botafogo rondou a área alviverde, mas não conseguiu criar nenhuma jogada de perigo.

continua após a publicidade

Segundo tempo

Com Atuesta no lugar de Jailson, e Dudu e Rony invertidos de lado, o Palmeiras voltou para a etapa final marcando um pouco melhor o Botafogo e conseguindo criar algumas jogadas. Aos 10 minutos o colombiano cobrou falta por baixo e quase surpreendeu o goleiro, que defendeu em dois tempos.

A resposta da equipe da casa veio aos 14, e graças a um vacilo de Zé Rafael, que recuou errado para Murilo; Salatiel ficou com a bola, passou pelo zagueiro e tocou para Osman, que teve o chute bloqueado pelo camisa 8, se redimindo no lance. Aos 17 minutos Marcos Rocha levantou na área, Dudu ajeitou de cabeça e Endrick finalizou de bicicleta, exigindo boa defesa de Rafael.

Aos 18 minutos Dudu fez ótimo lançamento para Marcos Rocha concluir de primeira, no canto esquerdo baixo do goleiro, que foi buscar. Logo na sequência os dois Palmeirenses foram substituídos; Dudu por Breno Lopes, e Marcos Rocha por Garcia. Aos 23, Raphael Veiga iniciou contra-ataque e tocou para Breno Lopes; o atacante carregou até a entrada da área, onde fintou o zagueiro e fuzilou, parando em Rafael. Na cobrança de escanteio executada por Atuesta, Gómez subiu sozinho e escorou para fora.

A quarta alteração de Abel Ferreira foi efetuada aos 27 minutos: Raphael Veiga deu lugar a Gabriel Menino. Aos 28, a defesa alviverde vacilou e Salatiel ficou com a bola dentro da área, mas isolou. Aos 36 minutos Robinho fez fila e arriscou de média distância, nas mãos de Weverton. Logo depois Rafael Navarro entrou na vaga de Endrick.

Em busca do empate, o Botafogo esboçou uma pressão no final do tempo regulamentar. Aos 42 minutos foram duas finalizações de perigo, a primeira com Jean Vitor, mas Weverton espalmou, a segunda com Lucas Lourenço depois de bola mal afastada por Gómez; o chute do atacante saiu por cima do travessão.

Nos 5 minutos de acréscimo o Verdão conseguiu prender um pouco a bola no campo de ataque e ainda teve boa chance para aumentar o placar, aos 47, com Breno Lopes; o atacante bateu colocado e Rafael fez boa defesa. E foi só. Com a vitória o Palmeiras vai a 4 pontos e termina a rodada na segunda na colocação do Grupo D.

Na próxima rodada o Verdão disputa o primeiro clássico do ano e do Paulista, contra o São Paulo. A partida acontecerá no domingo (22/1), às 16h, no Allianz Parque.

Notícias relacionadas: