Por Eduardo Luiz
23/05/2023, 12h28

Palmeiras anuncia que usará reconhecimento facial
(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Em nota oficial, o Palmeiras anunciou que passará a exigir a partir do jogo do dia 4 de junho contra o Coritiba, pelo Brasileirão, reconhecimento facial em todos acessos do Allianz Parque, inclusive de quem é cliente da WTorre através do programa Passaporte (uma espécie de rival do Avanti).

No comunicado o Verdão deixa claro que o relacionamento com a gestora do estádio não é bom: “Temos conversado desde dezembro com os gestores do Allianz Parque sobre a necessidade de os palmeirenses adeptos dos produtos da Real Arenas se utilizarem também do novo sistema para entrar no estádio”.

A nota prossegue: “Diante da resistência que temos encontrado para concluir esta última etapa do processo de implementação da tecnologia, informamos na sexta-feira (19) a Real Arenas que, a partir do confronto com o Coritiba, no dia 4 de junho, pelo Campeonato Brasileiro, a entrada de todos os torcedores no Allianz Parque, incluindo os clientes do programa Passaporte, será realizada exclusivamente por biometria facial – em caráter de exceção, o sistema não contemplará neste momento a área de camarotes”.

No mês passado o Ge trouxe a informação que o Palmeiras acionou a Justiça para cobrar quase R$ 130 milhões da Wtorre, valor referente aos repasses previstos em contrato que o clube teria direito a receber desde 2014 e que praticamente nunca aconteceram.

Leia abaixo o comunicado na íntegra:

“Como é de conhecimento público, temos trabalhado com afinco nos últimos meses a fim de combater a ação de cambistas em nossos jogos como mandante. Entendemos que o sistema de reconhecimento facial, implementado gradualmente no Allianz Parque, é a melhor ferramenta disponível contra a venda irregular de ingressos para as partidas do Verdão.

Nos recentes jogos contra Grêmio, Red Bull Bragantino e Fortaleza, todos os torcedores que adquiriram entradas comercializadas pelo Alviverde usaram a biometria facial para acessar a arena. O reduzido número de contingências registradas, bem como a repercussão positiva junto aos palestrinos e às autoridades de segurança, atesta o sucesso alcançado pelo projeto.

Para acabarmos de vez com a criminosa prática do cambismo, contudo, precisamos da colaboração de todas as partes envolvidas. Nesse sentido, temos conversado desde dezembro com os gestores do Allianz Parque sobre a necessidade de os palmeirenses adeptos dos produtos da Real Arenas se utilizarem também do novo sistema para entrar no estádio.

Diante da resistência que temos encontrado para concluir esta última etapa do processo de implementação da tecnologia, informamos na sexta-feira (19) a Real Arenas que, a partir do confronto com o Coritiba, no dia 4 de junho, pelo Campeonato Brasileiro, a entrada de todos os torcedores no Allianz Parque, incluindo os clientes do programa Passaporte, será realizada exclusivamente por biometria facial – em caráter de exceção, o sistema não contemplará neste momento a área de camarotes.

Não podemos oferecer brechas para que os cambistas continuem atuando. Contamos com o apoio de todos para proteger o nosso maior patrimônio: a Família Palmeiras!”

Participe do canal do PTD no WhatsApp

MAIS LIDAS DO PTD:

1. Dudu marca em jogo-treino caseiro; veja os gols e as escalações usadas por Abel

2. Richard Ríos marca gol pela Colômbia em amistoso contra os Estados Unidos; veja

3. Palmeiras volta aos treinos sem convocados; veja possível escalação para enfrentar o Vasco

4. Especialistas explicam lesão de Bruno Rodrigues; atacante só voltará a defender o Palmeiras em 2025

5. Veja lances de Lucas Flora, promessa que o Palmeiras tirou do Corinthians