Por Eduardo Luiz
11/02/2022, 13h37

(Foto: Twitter/Palmeiras)

Na entrevista coletiva que concedeu após o treino de sexta-feira para projetar a final do Mundial, o técnico Abel Ferreira “respondeu” dois treinadores de renome internacional, Guardiola e Felipão.

Na quarta-feira, o treinador do Manchester City apontou o River Plate como um dos melhores times do mundo por ser o atual campeão da Libertadores. Minimizando a gafe do colega, Abel o convidou para conhecer o Palmeiras e para um jantar.

“Tenho certeza que os europeus conhecem a América do Sul, até porque compram em grande quantidade. Mas sei que está falando pelo que o Guardiola disse, eu o admiro muito. Ele não deve ter tido tempo porque está focado em ganhar a Champions. Posso convidá-lo para ver o jogo e conhecer o Palmeiras. Ele já comprou jogadores do Palmeiras, e posso dizer a ele para ficar atento porque temos mais e de grande quantidade, temos bons jogadores. Gosto de conhecer gente nova, então faço um convite para quando ele puder jantar ou almoçar comigo para trocarmos algumas bolas para ver se aprendo alguma coisa”, disse Abel.

Na sequência, ao saber que Luiz Felipe Scolari o apontou como maior técnico da história do Palmeiras, Abel também mostrou educação, mas discordou: “Não vejo as coisas assim. Sou mais um dentro de uma estrutura. Futebol me ensinou que dependemos uns dos outros, me ensinou a ser coletivo, a ser “nós”. Respeito essas opiniões, mas sou mais um dentro do clube que tem uma função específica”.

A final entre Palmeiras x Chelsea será disputada às 13h30 deste sábado (horário de Brasília), no Estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi.