Por Eduardo Luiz
31/01/2022, 00h01

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Faltando poucos dias para o Palmeiras embarcar para os Emirados Árabes para disputar o Mundial de Clubes, o técnico Abel Ferreira ainda não definiu os 23 inscritos. Com 27 jogadores no elenco, o português terá de cortar 4 nomes, e o critério que ele vai adotar não será apenas técnico.

“Estamos todos os dias sendo avaliados, eu e os jogadores. Somos avaliados pelo comportamento que temos fora do Palmeiras, avaliados pelo comportamento dentro do Palmeiras, nos treinos, nos jogos… A partir do momento que o profissional assina o contrato, ele é avaliado em todos os momentos. A exigência do nosso clube nos obriga. Como técnico eu olho para esses critérios que falei, o rendimento, o comportamento, a estratégia, para escolher os melhores a cada jogo”, comentou o treinador, após o empate com o São Bernardo.

“Haverá uma lista para o Mundial. Quem faz as equipes e os titulares são os jogadores nos treinos e jogos. Eu escolho a cada jogo os que são os melhores no momento. É isso que fazemos, por isso vamos ter uma equipe altamente competitiva para corresponder a expectativa de todos”, completou o técnico.

Em seguida, Abel citou dois reforços e mandou um recado aos jovens do elenco: “Os jogadores que querem jogar na equipe têm que mostrar e têm que falar dentro das quatro linhas. É dentro de campo, dentro dos treinos e dos jogos que os jogadores têm de demonstrar o quanto querem jogar de início. Falamos do Atuesta, falamos do Jailson, são jogadores que brincam pouco e treinam muito. Isso que temos que fazer, temos que ser sérios, profissionais, temos que ser maduros e aprender com os bons exemplos”.

O Palmeiras tem até 6 de fevereiro, 48 horas antes da estreia, para enviar à Fifa a lista dos 23 inscritos no Mundial. Por enquanto o clube pré-inscreveu 34 jogadores.