Por Eduardo Luiz
03/10/2022, 23h28

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Depois do Palmeiras derrotar o Botafogo no Nilton Santos, o técnico Abel Ferreira voltou a barrar qualquer tipo de euforia em relação ao título do Brasileirão. Pregando respeito aos adversários, o português cobrou foco aos seus comandados nas nove rodadas finais.

“Já disse aos jogadores que não se deixem ganhar pelo o que eles leem. Aqui no Brasil ganham os jogos antes de fazer. Eu só conheço uma forma de ganhar, dentro de campo. Há pouco tempo tivemos uma final entre uma equipe brasileira e uma estrangeira e toda imprensa já tinha dito que tinham ganho (Sul-Americana). O respeito pelo adversário tem que começar por treinadores, jogadores e vocês da imprensa. No futebol eu aprendi que tudo é possível no futebol. Às vezes, se não respeitamos os adversários, depois saem as coisas ao contrário”, iniciou o treinador.

“Não vamos mudar uma vírgula daquilo que dissemos desde que entramos no início da competição, tínhamos objetivos claros na Copa do Brasil e Libertadores e fomos eliminados da forma que fomos. No Brasileiro temos nove finais, vamos encarar com esse equilíbrio, vontade e qualidade dos jogadores, que mais uma vez mostraram qualidade em todos os níveis, técnica, tática, física e mental”, completou.

Sobre a atuação do time, Abel foi sucinto ao descrever como o Palmeiras se manteve bem mesmo após a expulsão de Zé Rafael, na metade do segundo tempo: “Muito simples: mentalidade, comprometimento, equilíbrio e vontade”.

Na próxima rodada o Verdão receberá o Coritiba. O jogo acontecerá na quinta-feira (6/10), às 19h, no Allianz Parque.