Por Eduardo Luiz
14/01/2021, 16h13

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Decisivo na partida da última terça-feira contra o River Plate, quando o Palmeiras garantiu classificação para a final da Libertadores, o goleiro Weverton concedeu entrevista coletiva virtual antes do treino de quinta-feira para falar do ótimo momento que vive.

Mostrando humildade, o camisa 21 evitou se auto rotular como o melhor goleiro do país, mas mostrou-se orgulhoso em estar sendo apontado como um dos melhores, seja pela imprensa ou pela torcida.

“É difícil se auto analisar e dizer que eu sou o melhor goleiro do Brasil, mas fico feliz de estar sempre ali, com meu nome envolvido entre os melhores e isso me dá muito orgulho, seu trabalho está valendo a pena” iniciou o jogador, de 33 anos e com contrato até dezembro de 2024 com o Verdão.

“Me dedico muito, sou muito profissional, sempre vejo meus erros para poder melhorar e viver momentos assim. É muito especial, me enche de orgulho e me motiva cada vez mais a melhorar, o que é importante tanto para mim quanto para o Palmeiras” completou.

Na sequência Weverton falou sobre o trabalho do técnico Abel Ferreira, que em pouco mais de 2 meses de clube colocou o Palmeiras em duas decisões, além de ainda ter chances matemáticas de disputar o título do Brasileirão.

“O Abel é um cara que eu admiro muito, muito profissional, positivo, concentrado, que está sempre motivando a equipe, pede muita concentração e foco, como a baliza zero, por exemplo. Ele tem motivado a todos, colocando todos para jogar, treinando todos os 30 atletas da mesma forma. A gente está muito feliz, não é a toa que a gente está com esses resultados, finalistas na Copa do Brasil e na Libertadores, e ainda brigando no Brasileirão. A gente deve muito ao trabalho dele. Estamos muito contentes” encerrou.