Por Eduardo Luiz
12/06/2020, 00h22

(Foto: Cesar Greco)

Apontado como principal revelação da base desde o surgimento de Gabriel Jesus, em 2016, o atacante Gabriel Veron, de apenas 17 anos, foi promovido ao elenco profissional do Palmeiras no início da temporada, mas em função da forte concorrência ainda não conseguiu se firmar como titular, o que não impede ele de fazer grandes planos com a camisa alviverde já a partir de 2020.

“Dos meus maiores sonhos, o que está mais perto acho que é ganhar uma Libertadores. Infelizmente, a pandemia interrompeu. Mas o objetivo desse ano é ganhar a Libertadores e o Mundial” disse o jogador, em live promovida pela Crefisa no Instagram.

Além de sonhar com o bi da Libertadores e do Mundial, Veron, cujo vínculo com o Verdão vai até dezembro de 2024, também espera virar ídolo da torcida, trilhando o mesmo caminho de um atual companheiro de elenco que o jovem tem como referência.

“No Palmeiras, minha referência é o Dudu, pelo fato de ser um ídolo. Quero ser um ídolo, como ele, com essa camisa gigante. Me inspiro muito nele. Está sempre querendo bater os próprios recordes e trabalhando para chegar ao topo” comentou o camisa 27.

Por fim, Veron falou sobre outro craque, seu xará argentino, de quem ganhou uma camisa há pouco tempo: “O Veron foi um jogador muito bom. Era raçudo e guerreiro. Espero honrar o nome dentro e fora de campo. Guardo a camisa dele com muito carinho e espero, um dia, poder conhecê-lo pessoalmente”.