Por Eduardo Luiz
15/07/2022, 22h54

(Foto: Divulgação)

Emerson de Almeida Ferreira e Marcus Vinicius Gomes, respectivamente árbitro de vídeo e auxiliar de árbitro de vídeo do jogo de quinta-feira entre Palmeiras x São Paulo, pela Copa do Brasil, foram afastados pela CBF.

“Sob avaliação de desempenho técnico”, os dois não trabalharão mais na partida deste sábado entre Athletico-PR x Internacional, pela Série A do Brasileirão, nem no confronto do dia 18/7 entre Sport x Vila Nova, pela Série B.

Se os VARs foram afastados, o mesmo não aconteceu com Leandro Pedro Vuaden, que deixou de marcar um pênalti em Dudu no primeiro tempo do clássico, e que depois, na etapa final, confirmou o pênalti inventado por seus colegas de Gómez em Calleri.

Até a publicação dessa notícia a CBF também não havia divulgando o áudio do VAR; a principal dúvida é se a equipe de arbitragem traçou ou não a linha de impedimento no lance inventado do pênalti – Calleri estava em posição irregular.

O gol irregular anotado pelo São Paulo levou a disputa da vaga nas quartas de final para os pênaltis. Eliminado, o Palmeiras perdeu uma premiação de R$ 3,9 milhões.