Por Eduardo Luiz
15/12/2021, 09h00

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Dois mil cento e noventa e dois dias depois de assumir o lugar deixado por Paulo Nobre, Maurício Galiotte faz, hoje, a passagem de bastão de presidente do Palmeiras para Leila Pereira, a primeira mulher na história a ocupar o principal cargo do clube.

Nos dois mandatos de Galiotte o Verdão conquistou 5 títulos: Brasileirão 2018, Paulista 2020, Copa do Brasil 2020 e o bicampeonato da Libertadores 2020/2021. No evento de despedida realizado na semana passada na Academia de Futebol, o agora ex-presidente disse que encerrou seu ciclo realizado.

“É uma felicidade imensa. Encerro o meu ciclo totalmente realizado. A nossa missão é proporcionar satisfação e alegria ao nosso torcedor. Nós conseguimos. Colocamos o Palmeiras no topo da América por duas vezes. É uma realização pessoal, como torcedor e como presidente” comentou.

Eleita no último dia 20 de novembro, Leila Pereira – que acumulará o cargo de presidente do clube com a de presidente das principais patrocinadoras (Crefisa e FAM), prometeu manter um time forte e dar maior atenção ao torcedor: “A grande prioridade da gente será sempre será brigar por um time vitorioso. Outro pilar será a proximidade do torcedor com seu time. Vou lutar para o Palmeiras estar mais próximo do seu torcedor. Como farei isso? Dando condição ao torcedor para assistir um jogo, comprar uma camisa, ficar próximo ao time. Esse é meu objetivo. Com um clube extremamente transparente”.

O mandato de Leila Pereira terá duração de três anos. Em novembro de 2024 ela poderá concorrer à reeleição (o estatuto do clube permite apenas 1 reeleição).