Por Eduardo Luiz
30/05/2024, 20h54

Na despedida de Endrick Verdão não saiu do zero com o San Lorenzo e viu o Atlético-MG e River Plate superarem a pontuação.

Palmeiras volta a jogar mal, só empata e perde a liderança geral da Libertadores
(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com todos convocados em campo e com Luis Guilherme formando o ataque junto de Endrick e Estêvão, o Palmeiras iniciou o jogo com mais posse de bola que o San Lorenzo, mas sem saber o que fazer com ela. Esperando para dar o bote nos contra-ataques, a equipe argentina teve a primeira chance aos 7 minutos, mas o chute de Remedi não levou perigo à meta de Weverton.

Sem criatividade, o Verdão foi finalizar pela primeira vez apenas aos 19 minutos, mas a defesa interceptou o chute de Estêvão de fora da área. O time não criava e também não sofria, diante desse panorama a partida seguiu muito ruim.

Aos 36 minutos Raphael Veiga cobrou falta e Gómez fez o gol de cabeça, mas o assistente anulou por impedimento, decisão referendada pelo VAR. No lance seguinte o San Lorenzo respondeu: Aníbal Moreno perdeu a bola na intermediária, e na tentativa de desarmar Bareiro já dentro da área deu um presente para Remedi concluir por cima.

A reta final do primeiro tempo permaneceu sem grandes emoções; aos 43 minutos Luis Guilherme experimentou da entrada da área, com desvio, para fora. Após a cobrança de escanteio executada por Raphael Veiga, Murilo subiu sozinho e escorou perto do ângulo.

continua após a publicidade

Segundo tempo

Sem alterações, o Palmeiras voltou para a etapa final enfrentando os mesmos problemas do primeiro tempo, ou seja, não conseguia criar e não tinha intensidade. A solução era as bolas paradas. Aos 4 minutos Richard Ríos cobrou falta e balançou a rede, mas pelo lado de fora.

A resposta do San Lorenzo veio na mesma moeda: aos 13 minutos Leguizamón cobrou falta e mandou rente ao travessão. Aos 14, enfim uma jogada trabalhada do Verdão: Luis Guilherme foi à linha de fundo e cruzou para Endrick, que faria o gol se Altamirano não desse um tapinha providencial; na sobra Estêvão chutou em cima do goleiro.

Com o Palmeiras precisando vencer para confirmar a liderança geral, aos 16 minutos o técnico Abel Ferreira trocou Raphael Veiga por López, e Estêvão por Rony. Aos 24, Leguizamón cruzou para Cuello escorar como manda o manual, forte e para baixo; a bola quicou e quase entrou.

Aos 25 minutos chegou ao fim a trajetória de Endrick pelo Palmeiras; ovacionado pela torcida, o camisa 9 deixou o jogo para a entrada de Rômulo. Aos 32 minutos Piquerez cobrou falta nas mãos do goleiro. Aos 35, Abel promoveu as últimas alterações a que tinha direito: Gómez por Mayke, e Aníbal Moreno por Gabriel Menino.

Nos últimos minutos da partida o Verdão partiu para cima. Aos 38, Rony cruzou e Campi quase fez contra. Aos 40, Mayke cruzou na cabeça de Murilo, que escorou fraco, nas mãos do goleiro. Aos 43 minutos Piquerez pegou de primeira um rebote da defesa, mas errou o alvo por muito.

Nos 4 minutos de acréscimo o San Lorenzo conseguiu segurar o empate, resultado que precisava para se classificar. Já o Verdão não fez por merecer vencer para confirmar a liderança geral da Libertadores.

O Palmeiras volta a campo às 16h de domingo (02/6) para enfrentar o Criciúma pela retomada do Brasileirão. A partida será disputada em Santa Catarina.

Notícias relacionadas:

Participe do canal do PTD no WhatsApp

MAIS LIDAS DO PTD:

1. Notas de Palmeiras 2 x 0 Vasco

2. Palmeiras volta à carga por Maurício, do Internacional

3. Especialistas explicam lesão de Bruno Rodrigues; atacante só voltará a defender o Palmeiras em 2025

4. Libertadores: Conmebol define datas, horários e transmissões de Palmeiras x Botafogo

5. Veja lances de Giay, lateral que está próximo de fechar com o Palmeiras