Por Eduardo Luiz
18/05/2022, 20h54

Gol da quinta vitória alviverde na competição (1 a 0) foi anotado por Danilo; time de Abel Ferreira fica perto de garantir melhor campanha geral.

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com apenas seis titulares (Weverton, Marcos Rocha, Gómez, Danilo, Scarpa e Rony), o Palmeiras iniciou o jogo procurando o gol. Aos 3 minutos Rony enfiou para Marcos Rocha cruzar para Atuesta chutar por cima do travessão. Aos 7, Scarpa ameaçou cruzar, fintou seu marcador, invadiu a área e chutou rasteiro, à direita do goleiro.

Aos 10 minutos, pelo lado oposto do ataque, Gustavo Scarpa cruzou para Rony, que chegou um instante atrasado. A primeira investida do Emelec surgiu aos 11, mas o chute de Cabeza foi tão ruim que saiu pela lateral. Depois dessa jogada a partida deu uma esfriada.

Tendo Scarpa como principal homem em campo, o Verdão voltou a levar perigo aos 22 e aos 23 minutos, as duas vezes com o camisa 14. Primeiro ele cobrou escanteio fechado, exigindo boa defesa do goleiro para não sair um gol olímpico, depois acionando Danilo em cobrança de tiro de canto ensaiada; o volante teve o chute rasteiro interceptado.

Novamente depois de um breve período sem emoção, o Palmeiras teve outra boa chance para abrir o placar aos 37 minutos: Atuesta sobrou falta, Scarpa cobrou e Ortiz espalmou. Aos 42, Rony foi à linha de fundo e cruzou; Navarro conseguiu resvalar e a bola sobrou para Gómez, que “recuou” para o goleiro com o gol aberto. Foi a última jogada de perigo antes do intervalo.

continua após a publicidade

Segundo tempo

Sem alterações, o Verdão voltou para a etapa final num ritmo mais intenso. Aos 6 minutos Atuesta cruzou para Rony escorar de cabeça, nas mãos do goleiro. Aos 9, Jorge clareou a jogada na frente da área e soltou a bomba, mas a bola subiu muito. No lance seguinte Danilo arriscou um chute colocado que passou perto do travessão.

O primeiro gol alviverde teimava em não sair. Aos 13 minutos Gabriel Menino cruzou sob medida para Rafael Navarro, que concluiu de cabeça e exigiu boa defesa de Ortiz. Aos 20 minutos o técnico Abel Ferreira promoveu três alterações: Raphael Veiga, Dudu e Vanderlan entraram nos lugares de Atuesta, Scarpa e Jorge, respectivamente.

Em sua primeira participação no jogo, Vanderlan foi à linha de fundo e cruzou para Rony chutar de primeira em cima do zagueiro. Aos 27, o garoto brigou pela bola e acabou ganhando um escanteio. Raphael Veiga cobrou, Rafael Navarro desviou no primeiro pau, e Danilo – em fase artilheira, completou: 1 a 0. Pouco depois do gol Abel trocou Gabriel Menino por Zé Rafael.

Brigando pela classificação, o Emelec tentou responder prontamente: aos 31 minutos Sebastián Rodríguez teve espaço para armar o chute na entrada da área mas errou o alvo por muito. Aos 34, Danilo escapou da falta na intermediária e enfiou para Rafael Navarro perder ótima oportunidade cara a cara com o goleiro.

Aos 35 minutos Abel Ferreira mexeu pela última vez: Rony deu lugar a Breno Lopes. Aos 38 minutos, após confusão na entrada da área alviverde, Zapata ficou com a bola e chutou forte no canto direito de Weverton, que foi buscar. Após a cobrança de escanteio Chalá bateu com efeito, à esquerda do goleiro Palmeirense.

Com mais espaços em função da postura mais ofensiva do adversário, o Palmeiras teve mais algumas chances para ampliar o placar. Aos 39 minutos Dudu pedalou pra cima do marcador e soltou a bomba, para fora. Aos 40, Raphael Veiga experimentou de média distância, à direita de Ortiz. No último minuto da partida o Verdão vacilou na marcação e quase cedeu o empate ao Emelec: Sebastián Rodríguez chutou rasteiro e Vanderlan bloqueou. Depois do escanteio o árbitro apitou pela última vez.

Com a vitória o Palmeiras mantém os 100% de aproveitamento na Libertadores, agora com 15 pontos, e se aproxima do objetivo de garantir a melhor campanha geral da competição.

O Verdão volta a campo no sábado (21/5) para enfrentar o Juventude pela 7ª rodada do Brasileirão. O jogo será disputado em Caxias do Sul, às 19h.

Notícias relacionadas: