Por Eduardo Luiz
27/02/2022, 17h54

Preguiçoso, time de Abel Ferreira não conseguiu incomodar a defesa adversária e ficou no 0 a 0. Marcelo Lomba evitou a derrota com duas boas defesas.

(Foto: Denny Cesare/Ag.Paulistão)

Primeiro tempo

Apenas com Kuscevic dos atletas foram titulares no meio da semana contra o Athletico-PR, o Palmeiras iniciou o jogo tomando sufoco da Inter de Limeira. Logo no primeiro minuto Celsinho cruzou e Matheus Mancini escorou no canto esquerdo baixo de Marcelo Lomba, que foi buscar. Aos 5, Léo Duarte aproveitou vacilo de Renan, avançou e da entrada da área chutou cruzado, para fora.

A primeira investida alviverde surgiu aos 15 minutos: Deyverson deu bom passe para Rafael Navarro, mas o zagueiro se antecipou ao camisa 29 e fez o corte. Aos 20, Patrick de Paula cobrou escanteio e Renan escorou por cima do travessão. O jogo era fraco. Aos 22 minutos Lima arriscou de longe, sem direção.

Um pouco menos pior em campo, a Inter de Limeira voltou a ameaçar a meta de Lomba aos 37 minutos: Tito cruzou para Ronaldo finalizar à direita do goleiro. Aos 46, Lima ganhou dividida de Navarro, avançou e soltou a bomba, parando em outra boa defesa do camisa 42 Palmeirense.

Antes do primeiro tempo terminar o Palmeiras conseguiu finalizar duas vezes, ambas com Patrick de Paula. Na primeira, aos 48 minutos, o chute do camisa 5 foi interceptado por Rodolfo. Na segunda, aos 49, a conclusão do volante saiu muito alta.

continua após a publicidade

Segundo tempo

Sem mudanças, o Verdão voltou para a etapa final enfrentando os mesmos problemas do primeiro tempo: falta de criatividade e cometendo muitos erros técnicos. Aos 6 minutos Wesley tentou um chute colocado, mas errou o alvo. Aos 8, num contra-ataque de três contra dois, Rafael Navarro carregou demais a bola e depois deu um bico pela linha de fundo.

Aos 13 minutos Patrick de Paula arriscou da entrada da área, por cima. Diante do desastre que se via em campo, aos 15 enfim Abel Ferreira mexeu no time: Zé Rafael e Wesley deram lugar a Gabriel Veron e Atuesta, respectivamente. Aos 18 uma jogada bem trabalhada: Patrick de Paula deu bom passe para Deyverson, que fintou seu marcador mas chutou em cima do goleiro. Foi a primeira conclusão no alvo do Palmeiras na partida.

Para tentar a vitória, aos 23 minutos Abel promoveu mais duas alterações: Breno Lopes por Rony, e Deyverson por Giovani. Não funcionou. Depois das trocas o time não criou mais nada, mas também não foi ameaçado. Aos 40 minutos a última mexida no Palmeiras: Patrick de Paula deu lugar a Pedro Bicalho, capitão do Sub-20.

Aos 41 minutos Giovani fez ótimo lançamento para Rafael Navarro, que tirou do goleiro, mas na cobertura Xandão ganhou na corrida do centroavante e mandou para escanteio. Após a cobrança executada por Giovani, Renan fez a casquinha no primeiro pau mas ninguém de verde aproveitou no segundo.

Nos 5 minutos de acréscimo o Palmeiras esboçou uma pressão, mas não conseguiu criar uma chance clara para sair com a vitória. O empate mantém a equipe como única invicta do Paulista e como líder isolada do Grupo C, agora com 17 pontos.

Na quarta-feira (02/3) o Verdão recebe o Athletico-PR precisando de uma vitória simples para conquistar a Recopa Sul-Americana. A decisão será disputada às 21h30, no Allianz Parque.

Notícias relacionadas: