Por Eduardo Luiz
30/06/2021, 21h18

Abel Ferreira mexeu mal com o time vencendo por 1 a 0, e Kuscevic foi expulso após cometer pênalti, mas gol de Danilo, no final, garantiu mais 3 pontos ao Verdão no Brasileirão.

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com 4 novidades no time titular – Renan, Zé Rafael, Raphael Veiga e Deyverson, o Palmeiras iniciou o jogo marcando o Internacional em seu campo de defesa. Aos 4 minutos Breno Lopes recuperou um bola dentro da área e chutou cruzado, para fora. Aos 9, após rebote em cobrança de escanteio, Veiga chutou forte e Deyverson desviou para o fundo do gol: 1 a 0.

A frente no placar, aos poucos o Verdão foi diminuindo a intensidade da marcação alta, o que deu campo ao adversário. Aos 24 minutos Yuri Alberto recebeu de Patrick pelo alto e finalizou de puxeta, nas mãos de Jailson. Aos 31, após cobrança de escanteio, Victor Cuesta escorou de cabeça, fácil para Jailson, mas o árbitro já havia assinalado falta no lance.

Aos 34 minutos outra investida dos mandantes, novamente pelo alto: Patrick tocou de cabeça para Edenílson também concluir de cabeça, no canto esquerdo de Jailson, que foi buscar. Aos 36 enfim o Verdão voltou a criar alto: Marcos Rocha enfiou para Breno Lopes, que fez o gol, mas em impedimento, corretamente assinalado pelo assistente e confirmado pelo VAR.

Tento a bola aérea como única jogada, e preferencialmente pelo lado direito do ataque, o Internacional foi dono da última chance do primeiro tempo: aos 42 minutos Edenílson cobrou escanteio e Johnny escorou por cima do travessão.

continua após a publicidade

Segundo tempo

De maneira surpreendente o Palmeiras voltou para a etapa final com Victor Luis no lugar de Breno Lopes. A mudança fez o Internacional ficar ainda mais com a bola, encurralando o Verdão no campo de defesa. Aos 4 minutos Caio Vidal arriscou de fora da área e errou o alvo. Aos 10, Edenílson enfiou para Yuri Alberto, que chutou na saída de Jailson, para fora.

O Palmeiras respondeu aos 11 minutos, de bola parada: Scarpa levantou na área e Kuscevic desviou rente ao travessão. Aos 13, em contra-ataque, Zé Rafael cruzou para Raphael Veiga perder chance incrível. O castigo veio. Ainda dentro do minuto 13 Kuscevic empurrou Caio Vidal na área; o árbitro mandou seguir, mas o VAR enxergou a penalidade e ainda recomendou a expulsão do chileno, que foi acatada. Edenílson cobrou com categoria e empatou: 1 a 1.

Após o empate, e com 1 jogador a menos, o técnico Abel Ferreira mexeu por atacado: Danilo Barbosa, Felipe Melo e Gabriel Menino entraram nos lugares de Zé Rafael, Scarpa e Marcos Rocha, respectivamente. A ideia era armar um ferrolho e explorar – se desse – algum contra-ataque. A partir de então o Internacional intensificou a pressão. Aos 31, Rodrigo Dourado escorou de cabeça nas mãos de Jailson. Aos 32 minutos Boschilia recebeu livre na área e bateu cruzado, para fora.

Mostrando certo cansaço e irritação com a falta de repertório, o time da casa passou a ceder os esperados espaços almejados pelo Palmeiras nos minutos finais. Aos 39, Danilo recebeu de Veiga e deu o gol de presente para Deyverson, que chutou com o pé errado, facilitando a defesa do goleiro. Aos 41 minutos todo sistema defensivo alviverde vacilou ao deixar Yuri Alberto livre na área – o atacante foi acionado e concluiu de cabeça em cima de Jailson, que mostrou estar com o reflexo em dia.

Aos 45 minutos outra investida alviverde: Danilo Barbosa recebeu de Deyverson pelo lado direito do ataque e cruzou para Danilo, livre na área, concluir muito mal; por sorte, porém, a bola ganhou efeito/altura e morreu dentro do gol. Incrível. 2 a 1. Para assegurar a improvável vitória, aos 48 minutos Abel trocou Raphael Veiga por Patrick de Paula. Nos últimos 4 minutos de acréscimo o Inter nada criou para tentar o novo empate.

Com o resultado positivo no Beira-Rio, onde o histórico é péssimo, o Palmeiras chega a 16 pontos e se mantém na terceira colocação do Brasileirão com a mesma pontuação do Athletico-PR e 1 ponto atrás do Red Bull Bragantino, que ainda jogará na rodada.

Domingo (04/7) o Verdão visita o Sport. A partida está marcada para às 16h, na Ilha do Retiro.

Notícias relacionadas: