Por Eduardo Luiz
23/05/2024, 20h56

Time de Abel Ferreira desempenhou um futebol sofrível contra o Botafogo-SP e ficou no 0 a 0, garantindo a classificação pela vitória que conquistou em casa.

Palmeiras não joga nada mas avança na Copa do Brasil
(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com Marcelo Lomba de titular e ainda sem Aníbal Moreno, que ficou no banco, o Palmeiras iniciou a partida valorizando a vantagem que construiu em casa (2 a 1), e assim permaneceria por todo primeiro tempo, já que apenas o Botafogo tentou jogar. Aos 10 minutos, após levantamento pra área, Lomba furou, Emerson Negueba ficou com a bola e rolou para Patrick Brey, que bateu para fora.

Aos 18 minutos, depois de falta perto da área, Zé Rafael cortou mal e a bola quase sobrou para Matheus Costa, que não alcançou. Aos 22, Douglas Baggio chutou cruzado, para fora. Aos 33 minutos o zagueiro Matheus Costa encarnou Pelé, fez a festa no sistema defensivo e chutou forte, parando em boa defesa de Marcelo Lomba.

Em busca do gol, o Botafogo voltou a ameaçar a meta do camisa 14 Palmeirense aos 35 minutos, quando Douglas Baggio experimentou de fora da área, por baixo, para fora. A primeira finalização do Palmeiras na etapa inicial surgiu apenas aos 45 minutos com Estêvão, mas o arremate do garoto não levou perigo ao goleiro adversário, que nem sujou o uniforme no primeiro tempo.

continua após a publicidade

Segundo tempo

Com Rony no lugar de Lázaro, o Palmeiras voltou para a etapa final um pouco melhor. Ou menor pior. A prova disso foi que a primeira finalização não demorou 45 minutos para acontecer, mas apenas 5: Zé Rafael cobrou falta por cima do travessão. Aos 9, o técnico Abel Ferreira trocou Richard Ríos por Aníbal Moreno.

Aos 10 minutos enfim uma jogada trabalhada: Raphael Veiga enfiou para Rony, que chutou forte, parando no goleiro. Na sobra a defesa afastou. Aos 12, Estêvão arrancou, fintou dois marcadores e chutou no meio do gol, onde estava João Carlos. Aos 16 minutos mais duas mexidas no Verdão: Estêvão e Endrick saíram para as entradas de Mayke e Luis Guilherme, respectivamente.

A primeira investida dos mandantes no segundo tempo surgiu aos 18 minutos: Emerson Negueba cruzou para Douglas Baggio cabecear com perigo, à direita de Marcelo Lomba. Depois dessa jogada o jogo deu uma esfriada. Aos 34, Abel trocou Zé Rafael por Gabriel Menino. No lance seguinte Raphael Veiga cobrou escanteio e a defesa cortou, ameaçando a própria meta.

O Palmeiras teve a chance de resolver a parada aos 39 minutos: Luis Guilherme fez fila, invadiu a área mas finalizou mal, em cima do goleiro. Precisando de um gol para ir para os pênaltis, o Botafogo se lançou ao ataque nos minutos finais, mas só teve o chuveirinho como arma, sem sucesso.

Com o empate em Ribeirão Preto o Palmeiras avança às oitavas de final da Copa do Brasil graças à vantagem que construiu em casa (2 a 1). O adversário da próxima fase será definido por sorteio, ainda sem data para acontecer.

Agora o Verdão volta a ficar uma semana parado, já que o próximo jogo acontecerá apenas na quinta-feira (30/5), pela Libertadores; o adversário será o San Lorenzo. A partida será disputada no Allianz Parque, às 19h.

Notícias relacionadas:

Participe do canal do PTD no WhatsApp

MAIS LIDAS DO PTD:

1. Notas de Palmeiras 2 x 0 Vasco

2. Palmeiras volta à carga por Maurício, do Internacional

3. Especialistas explicam lesão de Bruno Rodrigues; atacante só voltará a defender o Palmeiras em 2025

4. Libertadores: Conmebol define datas, horários e transmissões de Palmeiras x Botafogo

5. Veja lances de Giay, lateral que está próximo de fechar com o Palmeiras