Por Eduardo Luiz
23/05/2024, 21h46

Abel Ferreira faz pronunciamento sobre suposto pré-contrato com Al-Sadd
(Foto: Reprodução/TV Palmeiras)

Ao final do jogo contra o Botafogo-SP pela Copa do Brasil o técnico Abel Ferreira fez um breve pronunciamento sobre o suposto pré-contrato que firmou com o Al-Sadd, do Catar. O clube árabe acionou a Fifa cobrando 5 milhões de euros do português, que não confirmou se assinou algum documento.

“Vou fazer uma declaração. Esperei até hoje porque gosto de falar com vocês olhos nos olhos, como sempre fiz. A minha carreira de treinador é um livro aberto. Livro que tem capítulos de glória, alguns de tristeza e frustração, e tem seguramente páginas que eu rasgaria”, iniciou.

“Sou dono da minha alma e capitão do meu destino. E quis esse capitão que eu chegasse no Palmeiras em 2020. Não altero uma vírgula do que disse há 7 meses: Estou no Palmeiras e sou treinador do Palmeiras. É um orgulho. O capitão do meu destino me trouxe ao Chiqueiro. Ganhamos, já ganhamos esse ano, e se Deus quiser vamos continuar a ganhar. Estou onde quero estar e estou onde querem que esteja. Sobre esse assunto, não falo mais”, completou.

Ao ser abordado novamente sobre a suposta assinatura do pré-contrato, Abel não negou, mas sugeriu que provará sua versão dos fatos: “Vamos ver, vamos ver. Só há uma verdade e uma certeza”.

Participe do canal do PTD no WhatsApp

MAIS LIDAS DO PTD:

1. Notas de Palmeiras 2 x 0 Vasco

2. Palmeiras volta à carga por Maurício, do Internacional

3. Especialistas explicam lesão de Bruno Rodrigues; atacante só voltará a defender o Palmeiras em 2025

4. Libertadores: Conmebol define datas, horários e transmissões de Palmeiras x Botafogo

5. Veja lances de Giay, lateral que está próximo de fechar com o Palmeiras