Por Eduardo Luiz
10/10/2022, 20h28

Time de Abel Ferreira saiu na frente com gol de Murilo, mas cedeu o empate e não reagiu. Vantagem na liderança do Brasileirão cai para 10 pontos.

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com o retorno de Zé Rafael, o Palmeiras iniciou o jogo tentando encurralar o Atlético-GO. Logo no primeiro minuto Rony cruzou para Dudu, que escorou para fora. Aos 9, Marcos Rocha roubou a bola na intermediária, avançou e tocou para Zé Rafael, que tentou o drible dentro da área e foi desarmado. No contra-ataque, um susto: após bola esticada para Luiz Fernando, Weverton saiu mal e foi driblado; o atacante finalizou, mas Gómez salvou sobre a linha, praticamente.

A partida era aberta. Aos 12 minutos Dudu tocou para Scarpa bater de primeira, mal, para fora. Ainda dentro do minuto 12 outra investida dos donos da casa: Maranhão cruzou e Luiz Fernando cabeceou por cima. Aos 16 minutos Scarpa cobrou falta que ele mesmo sofreu, mas o goleiro estava atento e fez a defesa. Na jogada seguinte Piquerez não cruzou e nem chutou, mas levou certo perigo à meta de Renan.

Aos 20 minutos o lateral uruguaio calibrou a pontaria e cruzou rasteiro para Scarpa, que não alcançou a bola. Aos 24, Gómez espanou um cruzamento nos pés de Churín, que ajeitou para Marlon Freitas isolar. Após um breve período sem lances de perigo, o Atlético-GO quase abriu o placar aos 33 minutos: Luiz Fernando enfiou para Wellington Rato avançar sozinho e ficar cara a cara com Weverton, que conseguiu um desarme espetacular com a mão esquerda.

Após o susto, o Verdão acordou. Aos 39 minutos Gustavo Scarpa arriscou de muito longe e exigiu ótima defesa de Renan. Após a cobrança de escanteio executada pelo camisa 14, Murilo escorou livre, justamente onde o goleiro estava. A última investida do movimentado primeiro tempo foi do Atlético-GO: aos 45 minutos Churín chutou da entrada da área, com desvio, para fora.

continua após a publicidade

Segundo tempo

O Palmeiras voltou para a etapa final sem alterações. Aos 3 minutos Scarpa cobrou escanteio e Murilo subiu sozinho para desta vez tirar do goleiro: 1 a 0. Aos 8, Zé Rafael roubou a bola no campo de ataque, carregou um pouco e bateu para fora. Aos 10 minutos, Churín ganhou de Murilo e chutou sem ângulo; Weverton mandou para escanteio.

Atrás no placar, o Atlético-GO se lançou ao ataque. Aos 19 minutos o sistema defensivo alviverde vacilou, Dudu recebeu livre e cruzou rasteiro; Weverton interceptou nos pés de Shaylon, que empatou: 1 a 1. O Verdão tentou responder prontamente. Aos 23 minutos Scarpa bateu de fora da área, nas mãos do goleiro. Aos 27, o camisa 14 sofreu falta a dois passos da grande área; ele mesmo cobrou e viu a bola tirar tinta do travessão.

Diante de uma apresentação abaixo do esperado de seu time, aos 30 minutos o técnico Abel Ferreira resolveu mexer: Mayke e Dudu deram lugar a Wesley e Breno Lopes, respectivamente. Aos 32, Piquerez arriscou de fora da área, fraco, fácil para Renan. Três minutos depois Scarpa cobrou escanteio e Gómez escorou para fora.

Logo na sequência do escanteio Abel promoveu mais duas alterações: Rafael Navarro substituiu Scarpa, e Merentiel entrou na vaga de Rony. Sem nenhum meia para articular as jogadas, o Palmeiras não conseguia incomodar a defesa do Atlético-GO. Aos 40 minutos Navarro chutou à direita do goleiro. Aos 45, Vanderlan entrou no lugar de Piquerez.

Nos 4 minutos de acréscimo o Verdão não produziu nada, enquanto que o adversário se satisfez com o empate. O resultado em Goiânia leva o Palmeiras a 67 pontos, 10 a mais que o segundo colocado, o Internacional. Faltam 7 rodadas.

O Verdão volta a campo às 16h de domingo (16/10) para enfrentar o São Paulo. O clássico será disputado no Allianz Parque.

Notícias relacionadas: