Por Eduardo Luiz
18/09/2022, 20h55

Weverton: 7,5
Fez uma boa defesa no primeiro tempo. No segundo, foi seguro nas bolas aéreas.

Marcos Rocha: 6,5
Atuação discreta.

Mayke: 7,0
Entrou muito bem, participando de vários ataques perigosos.

Gómez: 7,5
Se recuperou após atuação ruim contra o Juventude.

Murilo: 7,5
Bom jogo, com boas antecipações/botes.

Piquerez: 6,5
Foi bastante acionado no primeiro tempo, mas não acertou nada. No segundo tempo se limitou a marcar.

Danilo: 3,0
Já fazia um jogo ruim, aí coroou com a expulsão. Tem bola, mas o emocional está nitidamente abalado.

Scarpa: 7,0
Foi participativo no primeiro tempo, principalmente quando atuou por dentro.

Gabriel Menino: 6,5
Não entrou bem, mas conseguiu prender um pouco a bola nos minutos finais.

Dudu: 8,0
Chamou a responsabilidade quando o Palmeiras ficou com 1 a menos.

Luan: 6,0
Entrou para mandar qualquer bola pro mato, e cumpriu bem esse papel.

Tabata: 6,5
Não rendeu como meia. Quando caiu pelo lado esquerdo, apareceu um pouco, mas sem destaque.

Merentiel: 9,0
Entrou muito bem. Primeiro quase marcou um golaço de bicicleta, e depois marcou o gol da vitória.

Rony: 7,0
Afobado na maioria das jogadas, mas foi importante no aspecto tático.

Atuesta: 6,5
Conseguiu ajudar na marcação e manter a bola distante da meta de Weverton.

Abel Ferreira: 7,0
O Palmeiras fez um primeiro tempo morno, sem a garra que o jogo exigia. E manteve essa postura até a expulsão de Danilo. Precisou ficar com um a menos para entrar no jogo. Depois do gol, o técnico fez o que deveria ter feio contra o Athletico: reforçou a marcação. Mesmo assim o Santos conseguiu criar algumas oportunidades, mas no geral a vitória acabou sendo justa. Restam 11 finais.