Por Eduardo Luiz
09/06/2021, 21h55

Weverton: 7,0
Uma rara exceção nesse elenco pipoqueiro. Agora jogaremos 450 partidas sem ele. Deus nos ajude.

Mayke: zero
Leão contra a Chape. Gatinho contra o CRB.

Marcos Rocha: 5,0
Perto do Mayke, foi Pelé.

Luan: zero
Não teve trabalho, mas insiste em ser o armador do time. Sinal de que o esquema não funciona.

Renan: zero
Falhou no lance do gol ao não ler a jogada, que estava desenhada, e depois ao não cortar o passe. Mas é um baita zagueiro. O zero de hoje é pontual.

Victor Luis: menos dez
Atuação vergonhosa. Falhou miseravelmente em vários momentos, principalmente no gol ao cabecear para dentro do campo. Seu lado torcedor ninguém questiona, mas isso não pode credenciar a vestir a camisa e jogar. Não tem condições.

Felipe Melo: zero
Não tem como jogar como único volante.

Zé Rafael: zero
Medíocre. Inútil.

Raphael Veiga: zero
Voltou a ser o meia pipoqueiro que marcou a maior parte da sua trajetória no Palmeiras.

Lucas Lima: menos dez
Entrou e garantiu mais R$ 15 mil, mas ajudou na eliminação ao perder sua cobrança. Não tem mais clima para seguir no clube.

Scarpa: 6,0
O único que tentou algo. Em alguns momentos, até de maneira precipitada, tentou resolver sozinho. Outro sinal de que o esquema não estava legal.

Rony: zero
Até conseguiu criar jogadas, mas as concluiu de maneira esdrúxula.

Breno Lopes: zero
A gratidão pela Libertadores será eterna. O crédito não. Cobrou ridiculamente seu pênalti.

Wesley: zero
Acreditou mesmo que era o Messi por causa de um gol. Teve excelente chance logo aos 4 minutos, mas quis inventar e perdeu. No minuto seguinte saiu o gol do CRB.

Willian: 5,0
Entrou tarde. Converteu seu pênalti.

Luiz Adriano: zero
Jogou com preguiça, se movimentando pouco, e para completar perdeu mais um pênalti. O da classificação. Não merece a 10 que veste.

Abel Ferreira: menos dez
Em tese, armou bem o time, mas ainda no primeiro tempo ficou claro que o emocional seria o maior adversário. Se o técnico não consegue controlar isso, quem vai controlar? Suas mexidas foram ruins e demoraram. E nos pênaltis elaborou uma lista ridícula, com cobradores com péssimo histórico. Isso sem contar que tirou DE NOVO o melhor cobrador pouco antes dos pênaltis. Vai precisar trabalhar muito para reverter. O vexame de quarta-feira foi histórico, capaz de desandar qualquer trabalho. Vamos ver como ele vai reagir.