Por Eduardo Luiz
13/04/2022, 01h28

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Com o técnico Abel Ferreira cumprindo o segundo jogo da suspensão imposta pela Conmebol pela expulsão que teve na Recopa, coube novamente ao auxiliar João Martins comandar o Palmeiras à beira do gramado, e também falar com a imprensa após a vitória sobre o Independiente Petrolero.

Satisfeito com o placar elástico, João freio qualquer tipo de oba-oba: “Nos sentimos orgulhosos, mas esses recordes (maior vitória do Verdão no Allianz Parque e na Libertadores) não ganham títulos. Sabemos que foram só mais três pontos. Queremos fazer o máximo de pontos possível nessa primeira fase para ficar em primeiro e ter a vantagem dos jogos em casa” iniciou o português.

Na sequência o auxiliar de Abel falou sobre o personagem da noite, o centroavante Rafael Navarro, autor de 4 gols: “Ficamos muito felizes com o Navarro, independentemente de ter feito gol ou não, sabemos que o centroavante tem a necessidade de fazer o gol, mas a vida do jogador e do treinador é saber lidar e ser equilibrado em todos os níveis. Sabíamos que mais cedo ou mais tarde os gols iam aparecer, ele tem qualidade”.

“Não é porque ele ficou 13 jogos sem fazer gols que era o pior centroavante do mundo, não é agora que fez seis gols em dois jogos que vai ser o melhor do mundo. Faz parte do nosso trabalho passar esse equilíbrio aos atletas” concluiu.

O próximo compromisso do Palmeiras pela Libertadores será apenas em 27/4 contra o Emelec, no Equador. Antes, o Verdão disputará 3 rodadas pelo Brasileirão, contra Goiás, Flamengo e Corinthians.