Por Eduardo Luiz
21/04/2021, 13h55

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Muito criticado pela torcida por ter deixando elenco e comissão técnica expostos após o começo ruim de temporada do Palmeiras, o presidente Maurício Galiotte enfim apareceu. Em entrevista à ESPN Brasil, o mandatário Palmeirense explicou a falta de reforços – por enquanto apenas o volante Danilo Barbosa foi contratado, e endossou o discurso do diretor de futebol Anderson Barros, de que o técnico Abel Ferreira participa de todos processos e que está ciente da situação financeira do clube.

“Entendemos o posicionamento do torcedor, movido pela paixão. Fica feliz quando ganha, triste quando perde. É passional. Alguns curtem mais o momento de glória, vencedor, histórico… Tríplice coroa, campeão da Libertadores, desejo grande da torcida. A maioria entende o momento vitorioso, curte. E alguns agem de outra maneira. Temos que respeitar todos. Torcedores são assim. Mas temos convicção total no trabalho” iniciou Galiotte, fazendo menção indireta aos muros pichados do Allianz Parque.

Em relação a reforços, o presidente voltou a falar que o momento exige cautela: “Quando a gente trabalha em um cenário de pandemia, absolutamente atípico, temos que redobrar cuidados. A gente tem clareza em relação a isso, e temos que ter cuidado para não complicar a situação para o futuro. No presente, é muito fácil tomar decisão. Seria fácil contratar três, quatro jogadores, terminar meu mandato feliz. Seria cômodo. Saio com o time absolutamente bem montado, time estratosférico, e as consequências virão no futuro. Isso a gente não pode fazer”.

Sem revelar se existe alguma negociação perto de ser sacramentada, Galiotte ainda finalizou: “Sabemos que o Palmeiras precisa de ajustes, mas com responsabilidade. Isso tudo a gente conversa com o Abel, que participa de tudo no dia a dia. Onde o Palmeiras tem necessidades, debate nomes, fizemos negociações, mas não podemos ser irresponsáveis”.

Por fim, o presidente assegurou que não existe crise de relacionamento entre clube e técnico: “Entre Abel Ferreira e Sociedade Esportiva Palmeiras está tudo muito bem. O trabalho dele é muito bem avaliado por todos”.