Por Eduardo Luiz
08/05/2022, 19h20

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Depois do Palmeiras empatar com o Fluminense no Allianz Parque, desperdiçando mais pontos como mandante no Brasileirão, o técnico Abel Ferreira analisou a atuação do time, que saiu na frente, mas que acabou cedendo o empate a 10 minutos do fim.

“Nós fizemos o que devíamos fazer contra uma equipe que estava trabalhando em bloco baixo. Hoje deveríamos, com tudo o que fizemos, ganhar o jogo. Mas o futebol não é assim. Continuo achando que deveríamos ter saído daqui com o resultado positivo”, iniciou o treinador.

“Tivemos chance com Wesley, Rony de cabeça. Ainda tivemos a do Dudu… Força ofensiva grande. Já disse que ninguém controla o resultado. É aceitar”, completou.

Sobre o lance do gol do Fluminense, um contra-ataque com o time a frente no placar, Abel disse que haverá uma conversa interna: “Vou falar com os meus jogadores, não vou falar com vocês. Mas todos que estavam na jogada sabem que podem fazer melhor”.

Por fim, o português também não quis polemizar com o lance de um possível pênalti em Rony no primeiro tempo: “Se vocês querem saber o que eu penso sobre a arbitragem, basta ler o meu livro. Não vou falar mais sobre o que está visível para todo mundo. Não podemos ser todos profissionais e a arbitragem amadora”.

O próximo adversário do Palmeiras no Brasileirão será o Red Bull Bragantino, novamente em casa. Antes a equipe visitará a Juazeirense (em Londrina) pela Copa do Brasil. Esse jogo será realizado na quarta-feira (11/5).