Por Eduardo Luiz
17/10/2021, 19h22

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Depois do Palmeiras derrotar o Internacional no Allianz Parque e encerrar a péssima fase no Brasileirão – não vencia há 5 rodadas, o técnico Abel Ferreira analisou a atuação do time, que contou com 5 reforços de titulares: Weverton, Marcos Rocha, Gómez, Piquerez e Zé Rafael.

“Sabemos que a pressão por vitória no Palmeiras é diária, é nos treinos e nos jogos… Precisávamos muito destes três pontos, porque dá confiança para a equipe. Quando nós temos todo o elenco juntos, somos mais fortes, mais competitivos e, acima de tudo, muito mais maduros”, disse o treinador.

“São os jogadores que fazem diferença nessa equipe e, quando estamos todos juntos, somos todos mais fortes. Quando o elenco está tudo junto, a rapaziada, a experiência… quando é preciso agarrar a equipe, aparecem os mais experientes. Quando as coisas apertam, os jovens têm mais dificuldades” completou.

Na sequência, Abel explicou porque tirou Dudu, Raphael Veiga e Luiz Adriano na metade do segundo tempo: “Muitas vezes, a tendência da equipe quando está com um a mais é: ‘já estamos com um a mais’. O centroavante não defende, o meia não defende, os pontas não defendem… Já são quatro. E o nosso adversário continua com dez. Se olharmos bem, há situações em que estão em dez contra sete nossos, isso é uma coisa que nossos jogadores não podem fazer”.

Na próxima rodada o Palmeiras visitará o Ceará, que é, na verdade, um confronto atrasado da 19ª rodada. O jogo será disputado às 19h de quarta-feira.