Por Tática Didática
11/04/2022

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

No sábado a noite o Palmeiras fez sua estreia no Campeonato Brasileiro de 2022, em casa contra o Ceará. Após duas grandes partidas, contra o São Paulo que deu o título paulista à equipe palmeirense e contra o Deportivo Táchira fora de casa na estreia da Libertadores, a torcida palestrina tinha grandes expectativas para o jogo contra o Vozão pelo Brasileiro.

Porém no início do jogo já veio o banho de água fria e logo aos 12 minutos do 1ºtempo o Ceará já vencia por 2×0. Em um início pouco concentrado, o Palmeiras falhou na pressão pós-perda na intermediária ofensiva e permitiu o Ceará sair no contra-ataque com Speedy Mendoza, que cruzou para Vina e Jorge tentando cortar colocou contra a própria meta, e logo em seguida, em escanteio batido por Vina, a bola sobrou para Mendoza fazer o segundo gol do time cearense.

O Palmeiras tentou reagir e fez seu gol já aos 21 minutos, com muita paciência para rodar a bola, Gomez encontrou Veiga na intermediária ofensiva, a jogada seguiu para Dudu na ponta, que fez o passe de volta para Veiga dentro da área, o meia cruzou para trás e encontrou Zé Rafael na entrada da área para bater de primeira e fazer um belo gol.

Porém o Palmeiras em nenhum momento da partida conseguiu ter consistência para pressionar o Ceará. Com o jogo muito picado pela arbitragem que acabou irritando as duas equipes, e com o Verdão com muitas dificuldades de marcar o ataque cearense que se movimentava muito com Vina que iniciou como centroavante, vindo buscar muito a bola no meio de campo e conseguindo criar tabelas e associações com outros jogadores, o Palmeiras não conseguia criar um ritmo de jogo que pudesse pressionar o adversário.

No fim, o Ceará fez o terceiro gol novamente em contra-ataque e ainda deu tempo do Palmeiras descontar de pênalti, mas a verdade é que o Verdão nunca foi melhor que o Vozão durante a partida.

Os aspectos físico e mental pesaram demais no jogo, e criam um dilema para Abel para sequência da temporada, que deverá ter a sabedoria de dosar e equilibrar a minutagem de seus principais jogadores. É só a primeira rodada e não há nada perdido para o Palmeiras no Brasileirão, a questão será manter o foco e físico em dia para a sequência insana de jogos até o fim da temporada.