Por Eduardo Luiz
20/06/2021, 15h02

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Recuperado de uma lesão muscular, Patrick de Paula voltou a ser titular do Palmeiras na vitória sobre o América-MG, mas o volante acabou chamando atenção não pelo futebol, e sim por um episódio inusitado.

Ignorando a regra da proibição do uso de acessórios em campo (brincos, pulseiras e afins), o camisa 5 iniciou a partida com um brinco; quando o árbitro notou e mandou tirar, Patrick não conseguia se desvencilhar da peça nem com a ajuda dos companheiros.

Foram longos 6 minutos até que ele conseguisse tirar o brinco e voltar para o jogo. E quando voltou, logo no primeiro lance cometeu falta dura e recebeu cartão amarelo, o que comprometeu sua atuação.

Após a partida o técnico Abel Ferreira chamou atenção do garoto: “O Patrick é um jogador excepcional, tem uma qualidade técnica acima da média. Mas temos que andar sempre puxando as orelhas. Quando estudava, um professor também puxava minha orelha porque fazia muitas asneiras e fui aprendendo. Mas esses puxões de orelhas vamos deixá-los para fazer em casa, né? Não gosto de castigar minhas filhas na frente dos outros. É isso que o Patrick vai ter”.

Via Instagram, Patrick se desculpou: “Gostaria de pedir desculpas a toda torcida alviverde em especial aos meus companheiros de clube. Jamais será minha intenção prejudicar o time e muito menos o resultado. Hoje eu falhei e assumo meu erro”.

Veja abaixo o post completo do volante: