Por Eduardo Luiz
03/12/2021, 21h25 – Atualizado às 21h50

(Foto: Reprodução)

Depois do evento de quinta-feira, destinado a funcionários, sócios, conselheiros e convidados, o Verdão promoveu uma nova festa na noite de sexta para celebrar o Tri da Libertadores, desta vez com todo elenco. O local foi o mesmo: Espaço das Américas, casa de shows na zona oeste de São Paulo.

Antes da festa começar os campeões falaram com os repórteres da TV Palmeiras. O presidente Maurício Galiotte, que deixará o cargo no próximo dia 15/12, também falou: “Encerro meu ciclo realizado. A gente chegou no Palmeiras com esse objetivo, de deixar o Palmeiras melhor, mais estruturado, e hoje a gente com certeza absoluta atingiu esse patamar”.

Autor do gol do título, o atacante Deyverson disse que foi profetizado por Breno Lopes, herói do Bi: “Vi ele jogar da Espanha. Ele entrando e fazendo o gol do título. Ninguém esperava, da mesma forma que eu. Ele me disse que eu faria o gol. O Jailson também”.

O último entrevistado foi o técnico Abel Ferreira, que falou sobre seu famoso plano para a decisão contra o Flamengo: “Tínhamos um plano, os jogadores sabiam o que era pra fazer, que era chegar no dia 27 com a bateria toda carregada. E graças ao trabalho deles conseguimos dar alegria ao torcedor Palmeirense”.

Por fim, o comandante Palmeirense destacou o fato de agora ter tempo para comemorar: “Disse aos jogadores ano passado (janeiro de 2021, na ocasião do Bi) que não tivemos tempo para desfrutar do feito. Três dias depois estávamos no Catar para disputar o Mundial e como as coisas não correram bem foi duro aguentar as críticas. Parece que esqueceram o que tinha acontecido. Na preleção do jogo contra o Atlético-MG, disse aos jogadores que se ganhássemos festejaríamos”.

Confira abaixo os principais trechos das entrevistas realizadas.