Por Eduardo Luiz
23/04/2024

Opinião PTD: John Textor e a verdadeira e perigosa manipulação
(Foto: Botafogo/Divulgação)

O pastel de vento do John Textor envolvendo supostas manipulações de resultados que em tese favoreceram o Palmeiras nas últimas duas edições do Brasileirão, entrou numa esfera perigosa: a da manipulação.

Com seu relatório fajuto de “inteligência artificial”, o empresário já engabelou o presidente do STJD, que adiou seu julgamento por duas vezes, e ontem fez o mesmo com os senadores que instauraram a CPI das apostas/manipulações.

Depois de ver o relatório em uma “sala secreta” e analisar imagens também “secretas”, os senadores afirmaram que existe indícios de manipulação. Jorge Kajuru, jornalista esportivo dos anos 2000 que sumiu e decidiu virar político, chegou a ameaçar jogadores, dizendo para eles tomarem cuidado com duas palavras: “inteligência artificial”.

Fato é que Textor não tem nada além de um relatório mequetrefe produzido por uma empresa que ele pagou para gerar tal resultado, mas com isso ele já conseguiu manipular o presidente do STJD e alguns senadores da República. Quais serão os próximos manipulados? Depois que ele manipular a imprensa, aí já era…

O Palmeiras já prometeu tomar medidas cabíveis contra Textor, mas talvez seja preciso intensificar essas medidas. O cidadão está conseguindo manipular autoridades, e parte da opinião pública, por ódio/inveja do Palmeiras, também já está manipulada. Sem qualquer prova, ele está maculando conquistas legítimas do Palmeiras, justamente o time que mais sofre com apito desde sempre, inclusive nos últimos Brasileiros.

Que o Palmeiras abra o olho antes que ele consiga atingir seu objetivo. Quem ganhou Brasileiro no apito foi o time que ele comprou (em 1995). O time ajudado em 2023 foi o dele – por qual motivo aquele gol contra do Fortaleza não entrou no relatório da Good Game? Nem o gol mal anulado do Juventude no Nilton Santos? Nem a não expulsão do Tiquinho, do Tchê Tchê e do Matheus Nascimento no Allianz Parque? Ou ainda os vários “erros” do apito contra o Palmeiras, como diante do Red Bull Bragantino, Atlético-MG, Bahia, Grêmio, São Paulo, Corinthians e Athletico-PR?

Pra cima do Palmeiras, não, Textor! Aqui temos lealdade até no hino. Não será um aventureiro fanfarrão e um péssimo perdedor que vai sujar nossa imagem.

Participe do canal do PTD no WhatsApp

MAIS LIDAS DO PTD:

1. Copa do Brasil: veja quem o Palmeiras pode enfrentar nas oitavas de final

2. Notas de Botafogo-SP 0 x 0 Palmeiras

3. Venda de Estêvão ao Chelesa está 99% definida; veja detalhes

4. Internacional anuncia jogo na Arena Barueri e agradece Palmeiras

5. Palmeiras atropela o Bahia fora de casa pelo Brasileirão Sub-20; veja os gols