Por Eduardo Luiz
12/12/2020, 21h06

Weverton: 8,0
Se redimiu da falha contra o Libertad com uma excelente atuação contra o Bahia. Foram ao menos 3 defesas de nível complicado.

Mayke: 8,0
Muito bem, especialmente no primeiro tempo, quando participou de dois gols.

Kuscevic: 7,5
Começou nervoso, mas logo se concentrou no jogo e mostrou um futebol muito bom. Quase fez gol em duas bolas aéreas, mostrando outra qualidade.

Gómez: 7,0
Jogou só no primeiro tempo, e com a segurança de sempre.

Alan Empereur: 6,0
Não tem como manter o padrão do paraguaio… Perdeu alguns lances na velocidade.

Viña: 7,0
Dessa vez sem vacilos na marcação, e sendo sempre uma opção no ataque.

Emerson Santos: 7,0
Melhor na saída de bola do que marcando. No segundo tempo caiu um pouco, mas no geral foi bem.

Luan: 6,0
Entrou na metade do primeiro tempo, quando os dois times já começavam a tirar o pé.

Gabriel Menino: 6,5
Não chegou a ir mal, mas faltou objetividade e seriedade em alguns momentos do jogo.

Raphael Veiga: 8,0
Uma bela assistência (para o gol de Rony) e uma pênalti muito bem cobrado.

Scarpa: 7,5
Entrou muito bem, criando chances de gol e dando bons passes.

Breno Lopes: 7,5
Participou do primeiro gol e do lance do pênalti. Bom jogo do atacante.

Rony: 8,0
Encheu o saco da defesa do Bahia e marcou um belo gol.

Gabriel Silva: 6,0
O primeiro gol insiste em não sair. Não pode baixar a cabeça.

Willian: 8,0
Parece estar voltando à boa fase pré-pandemia. Mais uma boa atuação com gol.

Vitor Castanheira/João Martins/Abel Ferreira: 8,5
Conseguiram montar um time competitivo, com padrão de jogo, mesmo rodando o elenco, poupando jogadores importantes para o duelo contra o Libertad. Apesar de alguns sustos, o Palmeiras foi superior ao Bahia e mereceu a vitória.