Por Eduardo Luiz
17/11/2021, 22h44

Weverton: 7,0
A derrota só não foi pior por causa dele.

Marcos Rocha: zero.
Pífio na defesa. Sumido no apoio.

Kuscevic: zero.
Atabalhoado como sempre.

Renan: zero.
Bateu cabeça com Jorge. Literalmente.

Jorge: zero.
Vindo de muito tempo sem jogar, foi titular e não conseguiu render nada.

Danilo: zero.
Vontade não faltou, mas não conseguiu ajudar.

Patrick de Paula: zero.
Erro ridículo no segundo gol.

Matheus Fernandes: zero.
Mesma análise de Jorge.

Willian: zero.
Se autodesarmou algumas vezes.

Breno Lopes: zero.
Só rende entrando no segundo tempo.

Luiz Adriano: zero.
Outro que não jogava faz tempo. A chance de se reabilitar jogando no time B era minúscula. Não rendeu nada, saiu xingado e ironizando a torcida. Fim de ciclo.

Wesley, Rony, Scarpa, Raphael Veiga e Zé Rafael entraram com o jogo resolvido. Ficam sem nota.

Abel Ferreira: zero x 10.
Noite para esquecer. A pior desde que assumiu o Palmeiras. Não tem desculpa válida para ter escalado titulares no pasto do Maracanã para depois poupar todo time num clássico em casa. E ainda podendo afundar o rival. Não bastasse isso, demorou uma eternidade para mexer, e o mais grave: abandonou o time nos minutos finais. O simbolismo disso é muito pesado. Esse combo de erros pode desestabilizar o grupo pro dia 27. Vai precisar tirar alguns coelhos da cartola. Tem competência para isso, mas não pode errar assim num jogo desse. Em casa. E a 10 dias de uma final continental.