Por Eduardo Luiz
28/02/2021, 23h21

Weverton: 6,5
Não fez uma defesa difícil no jogo. Mostrou segurança nas saídas de gol.

Marcos Rocha: 7,0
Quem diria… Foi muito bem defensivamente.

Luan: zero
Expulsão inexplicável, inadmissível e indesculpável.

Gómez: 8,5
Colocou Diego Souza no bolso e ainda fez o gol da vitória.

Viãn: 7,0
Bom primeiro tempo. Na etapa final ficou sobrecarregado na marcação por uns 15 minutos até Abel arrumar a defesa, tirando espaços de Ferreira.

Felipe Melo: 8,0
Foi bem no primeiro tempo, mas cresceu no segundo quando o time precisou dele.

Zé Rafael: 5,0
Não ajudou a marcar e nem na saída de bola. Fez hora extra no segundo tempo.

Danilo: 5,5
Reforçou a marcação pelo lado direito do ataque do Grêmio.

Raphael Veiga: 8,0
Excelente jogo. Cobrou o escanteio pro gol do Gómez e deu gols de presente para Luiz Adriano e Rony, mas os atacantes desperdiçaram.

Gabriel Menino: 5,5
Deveria ter entrado no lugar de Zé Rafael. De resto, foi ok.

Wesley: 7,0
O único que tentou o drible, mas em alguns lances faltou objetividade. Mesmo assim foi bem. Foi sacrificado pela burrada de Luan.

Rony: 5,5
Não rendeu do lado direito do ataque e perdeu gol feito.

Mayke: 6,0
Entrou como ponta, mas na prática ajudou Marcos Rocha na marcação. E foi bem.

Alan Empereur: 6,0
Entrou para recompor a zaga e foi eficiente.

Luiz Adriano: 6,0
Travou bom duelo com kannemann. No gol perdido, ganhou do outro zagueiro, Paulo Miranda. Finalizou mal.

Veron: 4,0
Entrou completamente fora de sintonia.

Abel Ferreira: 7,0
Surpreendeu positivamente com Wesley de titular, mas ao mesmo tempo negativamente com Zé Rafael entre os 11. O camisa 8 não foi bem e só saiu do jogo aos 31 minutos do segundo tempo. De resto, armou bem taticamente o time quando era 11 contra 11, e depois também, com um homem a menos. Forçou o Grêmio a abusar das bolas alçadas e neutralizou todas.