Por Eduardo Luiz
15/08/2020, 13h44

(Foto: Cesar Greco/Ag.Palmeiras)

Procurando um homem de criação para o Palmeiras – depois da saída de Dudu já testou Lucas Lima, Zé Rafael, Ramires, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa, o técnico Vanderlei Luxemburgo ainda não deu chances para Alan, um dos vários garotos promovidos da base no início da temporada.

Em entrevista aos jornalistas Alex Muller e Rodrigo Fragoso, da Rádio 9 de Julho, o comandante Palmeirense explicou o motivo de ainda não ter dado uma oportunidade ao jovem meia, que às vezes nem no banco de reservas fica.

“Se eu não coloquei, é porque o menino ainda não mostrou para mim que merece ter uma oportunidade. Ou então eu já tinha colocado. Quero colocar, mas ele tem que mostrar que merece a oportunidade no treinamento. Tem que matar um leão por dia. Tem que mostrar que joga bola para colocar” disse o treinador.

“O Alanzinho é bom jogador, muito técnico, mas no treino precisa mostrar que eu preciso dar uma chance. Aí eu vou colocar. Se não fizer isso, não tenho como dar chance. Isto vale para todos os atletas” completou Luxa.

Assim como aconteceu com todos seus companheiros que foram promovidos no início do ano, Alan teve o contrato renovado até dezembro de 2023. O Verdão é dono de 100% dos direitos econômicos do jogador, de 20 anos.