Por Eduardo Luiz
09/06/2021, 15h21

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Emprestado ao Junior Barranquilla até o final do mês de junho, o atacante Miguel Borja segue com futuro indefinido, isso porque o clube colombiano enfrenta dificuldades financeiras e já sinalizou que não conseguirá honrar o que está previsto em contrato, ou seja, desembolsar 4,3 milhões de dólares (R$ 25,5 mi) para adquirir 50% dos direitos econômicos do jogador.

De acordo com informações da imprensa esportiva colombiana, o Junior Barranquilla ofereceu 3 milhões de dólares ao Verdão, que recusou.

Enquanto as partes não chegam a um acordo, Borja segue à disposição da seleção de seu país. Na terça-feira ele marcou o gol de empate da Colômbia contra a Argentina pelas Eliminatórias da Copa (2 a 2), e amanhã deve ser confirmado na convocação para a disputa da Copa América.

Contratado em 2017 ao custo final de R$ 50,2 milhões (sendo R$ 34 mi bancados pela Crefisa), Borja tem contato com o Palmeiras até março de 2022. O Verdão tem opção de renovar o vínculo por mais uma temporada se assim desejar.