Por Eduardo Luiz
03/05/2021, 09h40

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Principal nome do Palmeiras na vitória sobre o Santo André – ao lado de Scarpa, o goleiro Jailson comemorou a oportunidade de voltar a atuar após 3 meses. Seu último jogo tinha sido em 26 de janeiro contra o Vasco, no Allianz Parque, pelo Brasileirão.

“Graças a Deus pude voltar a jogar e ajudar a equipe. Conseguimos um resultado positivo. O professor está dando oportunidade para todo mundo, e cada jogador que entrar tem que dar conta do recado. Eu trabalhei bastante, estava desde janeiro sem jogar, mas com o espírito sempre de querer entrar. O professor optou por me colocar hoje, agradeço a oportunidade” disse o camisa 42, em entrevista ao canal Premiere.

Depois de ter perdido a condição de reserva de Weverton para Vinicius Silvestre, Jailson afirmou que sua motivação continua a mesma: “O jogador que não estiver motivado jogando no Palmeiras, pode pegar as coisas e ir embora. A gente tem que estar motivado sempre, disputando Campeonato Paulista, Brasileiro, Copa do Brasil ou Libertadores. Jogador do Palmeiras tem que estar preparado sempre” encerrou o goleiro, de 39 anos.

No Verdão desde 2014 e com contrato até dezembro, Jailson tem 87 jogos disputados pelo Maior Campeão do Brasil e 6 títulos conquistados: Copa do Brasil (2015 e 2020), Campeonato Brasileiro (2016 e 2018), Campeonato Paulista (2020) e Libertadores (2020).