Por Eduardo Luiz
19/03/2021, 16h03

(Foto: River Plate)

Inseguro com a possibilidade de perder ainda mais receitas com o avanço da pandemia do novo Coronavírus, que pode comprometer novamente o calendário, o Palmeiras decidiu retirar a proposta pelo atacante Rafael Santos Borré, do River Plate.

A negociação, que teve início há pouco mais de um mês, se arrastou porque o jogador não desejava deixar a equipe argentina de graça. No começo da semana, porém, Borré sinalizou que aceitaria a proposta alviverde e cogitou até abrir mão de parte das luvas para o River receber alguma compensação, foi quando o Verdão recuou.

Para contratar um dos destaques do River Plate nas últimas temporadas, o Palmeiras estava disposto a investir quase R$ 80 milhões ao longo de 5 anos de contrato (valor que contemplava salário, luvas e pagamento de comissões). Ele chegaria para ser um dos jogadores mais bem pagos do elenco, se juntando a Gustavo Gómez e Luiz Adriano.

Sem Borré, o Verdão seguirá em busca de um atacante para “competir” com Luiz Adriano, como deseja o técnico Abel Ferreira, mas o foco da diretoria agora será conseguir uma negociação semelhante a que está praticamente fechada com o volante Danilo Barbosa, do Nice-FRA: empréstimo sem obrigação de compra.