Por Eduardo Luiz
02/09/2020, 23h26

Time de Vanderlei Luxemburgo volta a jogar mal, sai atrás no final do segundo tempo mas evita a derrota a 3 minutos do fim. Foi o 4º empate em 6 rodadas do Brasileirão.

(Foto: Cesar Greco/Ag.Palmeiras)

Com os retornos de Viña e Luiz Adriano ao time titular nos lugares de Diogo Barbosa e Willian, além da entrada de Zé Rafael na vaga de Rony, o Palmeiras iniciou o jogo respeitando demais o mistão do Internacional, que foi a campo apenas com 4 titulares. Sentindo as ausências, a equipe visitante também não mostrava muita disposição ofensiva, o que tornou o começo da partida um deserto de futebol.

Aos 13 minutos o Inter ameaçou dar emoção ao jogo: Patrick finalizou de bicicleta dentro da área e viu a bola passar relativamente perto da trave direita de Weverton. A chance criada, porém, foi isolada. Logo a partida voltou à mediocridade dos minutos iniciais.

Em mais uma atuação desastrosa, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo foi finalizar pela primeira vez apenas aos 32 minutos: Gabriel Menino cruzou para Luiz Adriano, a defesa afastou e Viña soltou a bomba rente ao travessão. Foi a primeira e única chance do Verdão na etapa inicial.

continua após a publicidade

Com Rony no lugar de Gabriel Menino, o Palmeiras voltou para o segundo tempo tentando mudar de atitude, mas o que de melhor conseguiu nos minutos iniciais foi uma finalização completamente torta de Patrick de Paula. Diante desse panorama, aos 15 Luxemburgo promoveu a segunda alteração: Ramires substituiu Zé Rafael.

Como nada aconteceu, aos 24 minutos o técnico mexeu mais duas vezes: Vinã saiu para a entrada de Diogo Barbosa, e Lucas Lima deu lugar a Willian. O Internacional, por sua vez, mesmo com mais titulares em campo, também pouco ameaçava a meta de Weverton.

Aos 34 minutos, numa falta cavada por Rony, Bruno Henrique levantou na cabeça de Gómez, que escorou rente ao ângulo direito do goleiro. Quando a partida caminhava para um melancólico 0 a 0, aos 45 minutos Luan bateu com a mão na bola dentro da área de maneira acidental e o VAR viu pênalti. Thiago Galhardo cobrou e abriu o placar: 1 a 0.

Precisou estar atrás no marcador para o Verdão buscar o ataque. Aos 48 minutos a defesa do Inter não afastou a bola de perto da área após jogada de Rony, Gómez trabalhou como lateral e cruzou na cabeça de Luiz Adriano: 1 a 1. Faltou tempo para o time tentar virada, que seria um acidente.

Com o empate – o 4º em 6 rodadas – o time de Vanderlei Luxemburgo vai a 10 pontos e perde nova chance de encostar nos líderes do Brasileirão.

O Palmeiras volta a campo no domingo (06/9) para enfrentar o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista. O jogo será às 11h.

Notícias relacionadas: