Por Eduardo Luiz
05/06/2024, 17h23

Em depoimento à CPI Leila Pereira volta a cobrar banimento de John Textor
(Foto: Divulgação)

Na condição de testemunha a presidente Leila Pereira depôs na CPI das Apostas Esportivas e voltou a cobrar que o dono do Botafogo, John Textor, seja banido do futebol brasileiro caso não prove o que falou, que os títulos brasileiros do Palmeiras em 2022 e 2023 foram manipulados.

“Minhas observações são em relação às atitudes do John Textor, não ao Botafogo e seus torcedores. Ele precisa provar tudo que ele está dizendo. O Palmeiras entrou com um pedido de inquérito policial, pedindo uma investigação para se apurar as denúncias que ele estava fazendo”, iniciou.

“Entramos com um procedimento na esfera cível pedindo um produção antecipada de provas. Se ele não provas, vamos ingressar com uma ação pedindo uma indenização para ele. Fizemos uma denúncia na esfera desportiva para ele comprovar. Objetivamente não vi prova nenhuma. Desconheço. Não tenho dúvida nenhuma que ele teria de ser banido”, completou.

Leila concluiu mostrando-se indignada com a postura do americano: “Fui eleita presidente do Palmeiras para defender a Sociedade Esportiva Palmeiras. Em momento nenhum posso deixar quem quer que seja desqualificar dois títulos conquistados pelo Palmeiras. Vocês sabem o quanto é difícil conquistar o Campeonato Brasileiro. Eu sei o trabalho que todos nos temos dentro do Palmeiras. Não posso deixar um estrangeiro vir aqui para o Brasil e porque perdeu um título por incapacidade deles e por capacidade do Palmeiras”.

Participe do canal do PTD no WhatsApp

MAIS LIDAS DO PTD:

1. Notas de Palmeiras 2 x 0 Vasco

2. Palmeiras volta à carga por Maurício, do Internacional

3. Especialistas explicam lesão de Bruno Rodrigues; atacante só voltará a defender o Palmeiras em 2025

4. Libertadores: Conmebol define datas, horários e transmissões de Palmeiras x Botafogo

5. Veja lances de Giay, lateral que está próximo de fechar com o Palmeiras