Por Eduardo Luiz
04/07/2022, 18h49

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

A venda de Borja ao River Plate, dada como certa na semana passada, pode melar. O motivo é uma determinação do Banco Central Argentino, proibindo pagamentos em dólar para fora do país.

Pela venda de Borja, o Palmeiras receberia 3,5 milhões de dólares, quase R$ 19 milhões (referente a 50% dos direitos econômicos que o clube ainda detém). O restante pertence ao Junior Barranquilla, que receberia valor igual.

Apesar da questão burocrática, a negociação ainda não está descartada. O River Plate tem pressa para resolver a situação pois pretende inscrever Borja na Libertadores (caso se classifique para as quartas de final) e também na Liga nacional.