Por Eduardo Luiz
12/07/2022, 00h54

(Foto: Divulgação/Conafut)

Vencedor em três categorias, o Palmeiras foi o grande destaque da sexta edição da Conferência Nacional do Futebol (Conafut), que premiou as melhores gestões da temporada passada. Os votos foram divididos da seguinte maneira: 70% de especialistas, 20% dos membros da Conafut, e 10% popular.

O Verdão ganhou nas seguintes categorias: Melhor Comissão Técnica (recebeu 75% dos votos), Melhor CEO (Cristiano Koehler, com 38% dos votos), e Melhor Executivo de Futebol (Anderson Barros, com 61% dos votos).

Representando a comissão técnica, o auxiliar João Martins falou sobre o sucesso dos portugueses no Palmeiras: “Todos nós trabalhamos para preparar os jogadores, para que eles estejam na melhor forma possível para o jogo. Muitas vezes é difícil, os jogadores sofrem muito. É preciso de uma grande estrutura em volta. Nem sempre temos a mesma opinião e temos a figura do Anderson Barros para nos mediar e conciliar. Todos trabalhamos arduamente para ganhar sempre, o Palmeiras nos obriga a isso”.

Diretor financeiro do Maior Campeão do Brasil, Cristiano Koehler agradeceu o prêmio: “Muito feliz pelo reconhecimento. Esse prêmio tem que ser dividido com todos que trabalham no Palmeiras, todas áreas que lutam dia a dia para fazer o melhor pelo Palmeiras. Sozinho não ganhamos nada”.

Ausente na premiação, o diretor Anderson Barros foi representado por outro auxiliar de Abel, Carlos Martinho, que elogiou o chefe: “Desde o primeiro dia, ele ajudou a comissão técnica, esteve sempre conosco, soube nos integrar muito bem. É uma pessoa que tem uma grande importância no Palmeiras. É alguém com muito valor. Ele é uma das principais pessoas, muito dedicado, trabalha muito, sabe ouvir e busca soluções para os problemas”.