Por Eduardo Luiz
31/12/2022, 00h01

(Foto: Divulgação/CBF)

O Palmeiras entrará em 2023 esperando respostas da CBF em três demandas diferentes, sendo duas delas envolvendo o time profissional, e outra a base.

Por enquanto o Verdão não sabe onde vai jogar a Supercopa do Brasil, e espera por uma definição quanto ao título do mesmo torneio, só do que do Sub-17. Para completar, a diretoria alviverde já avisou que não irá liberar Endrick e Giovani para a disputa do Sul-Americano Sub-20, mas não recebeu da entidade a formalização das desconvocações.

Veja abaixo caso por caso:

Local da Supercopa do Brasil

Marcado para 28/1, o jogo entre Palmeiras (campeão brasileiro) e Flamengo (Copa do Brasil), segue com local indefinido. A entidade sinalizou que marcaria a partida para a mesma cidade do Mundial, o que favoreceria explicitamente o Flamengo, mas o Palmeiras se manifestou contra. Nos últimos dias surgiu a possibilidade de acontecer no Nordeste, mas ainda não existe uma definição oficial.

Convocações de Endrick e Giovani

Convocados para o Sul-Americano Sub-20, Endrick e Giovani, que iniciarão a temporada no elenco profissional do Palmeiras, perderiam até 8 rodadas do Campeonato Paulista além da Supercopa do Brasil. O Verdão solicitou a desconvocação de ambos, mas diante da falta de resposta enviou um ofício à CBF avisando que os atletas não serão liberados. Em participação no amistoso do Zico no último dia 28/12, porém, o técnico da seleção, Ramon Menezes, declarou que ainda espera contar com todos convocados.

Título da Supercopa do Brasil Sub-17

O Palmeiras também espera da CBF uma resposta quanto ao título da Supercopa do Brasil Sub-17. Campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil em 2022, o Verdão deseja ser proclamado campeão da Supercopa, o que foi feito em 2021 com o Flamengo, mas por enquanto a CBF não se manifestou. Na última segunda-feira (26/12) a entidade anunciou a extinção do torneio, mas não informou se o título será entregue ao Palmeiras.