Por Eduardo Luiz
15/05/2023, 08h30

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Na entrevista coletiva que concedeu após o empate com o Red Bull Bragantino, no sábado, o técnico Abel Ferreira voltou a falar sobre problemas estruturais do futebol brasileiro, como calendário e arbitragem não-profissional.

Mesmo desiludido com o que vê, o português não cogita deixar o Palmeiras: “Não adianta, já falei disso muitas vezes. Também já ouvi essa crítica: Quando não estiver satisfeito, vai embora. Mas eu não vou. É aqui que quero estar e é aqui que estou”.

Abel apontou o vínculo que criou com o elenco e com o clube como motivos de ainda estar no Brasil: “Os meus jogadores e o Palmeiras. É o que me prende aqui, só. Viver dentro daquele CT, Sou feliz dentro do CT. Todo o resto que se passa eu não controlo. O que posso fazer é falar, somente. O que me prende aqui é a satisfação de estar em um lugar que querem que eu esteja. Onde sinto que os jogadores querem ser melhores. Meus jogadores e o clube. Só”.

Sobre as críticas que recebe por seu comportamento, Abel lembrou um caso da Supercopa do Brasil, quando o assistente não assinalou escanteio claro para o Palmeiras no final do jogo, proporcionando ao Flamengo ter um último ataque para tentar o empate.

“Eu dei um pontapé no microfone, e faltava um minuto para acabar, e alguém falou do escândalo do canto (escanteio) não marcado a nosso favor? Ninguém falou. Abel Ferreira matou o microfone, merece ser extraditado, isso que eu senti. Viu alguém falar do canto? Alguém vai falar da causa? Só falam do comportamento”.

Sentindo na pele o que é ser Palmeirense, Abel Ferreira completou em maio dois anos e meio de trabalho. O português já conduziu o Verdão a 8 títulos: Bi da Libertadores (2020 e 2021), Bi Paulista (2022 e 2023), Recopa (2022), Supercopa (2023), Copa do Brasil (2020) e Brasileirão (2022).

Participe do canal do PTD no WhatsApp

MAIS LIDAS DO PTD:

1. Notas de Botafogo 1 x 0 Palmeiras

2. E o VAR? Zagueiro do Botafogo agarra López e não é expulso

3. Copa do Brasil: últimos classificados para as oitavas são definidos; veja quem o Palmeiras pode enfrentar

4. Veja como fica o elenco do Palmeiras sem Garcia e Jhon Jhon

5. Vão jogar? Veja como Abel pode escalar o Palmeiras com os reforços