Por Eduardo Luiz
21/07/2021, 22h21

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Depois do Verdão derrotar a Universidad Católica e garantir vaga nas quartas de final da Libertadores, o técnico Abel Ferreira analisou a atuação do time, que só não construiu um placar elástico graças à trave e também à grande atuação do goleiro Pérez.

O português gostou do que viu: “Gostaria de dar parabéns pela exibição do Palmeiras, pela quantidade de chances que criou”, iniciou o treinador, para em seguida “culpar” o goleiro adversário pelo placar magro.

“Não era um jogo para 1 a 0, era um jogo que deveria ter sido 2, 3, 4 a 0. Dar parabéns a minha equipe, já que nenhuma pergunta veio nesse sentido. Dou parabéns pelo jogo sério, seguro e eficaz, sobretudo defensivamente, que fizemos. Enaltecer o goleiro do nosso adversário, porque, se não fosse por ele poderíamos ter saído com outro resultado” completou.

Por fim, Abel voltou a cutucar a imprensa: “Assim como vocês me criticam quando faço asneiras e substituo mal, eu pergunto se alguém viu o jogo de hoje (quarta-feira). Alguém viu a qualidade do jogo, se alguém viu a quantidade de oportunidades que nossa equipe criou? Com e sem o Dudu, com o Wesley, com o Felipe Melo, com o Kuscevic, com o Mayke, com o Marcos Rocha, que fez o gol…”.

Os jogos contra o São Paulo acontecerão apenas em agosto, nas semanas dos dias 10 e 17. Antes de voltar a campo pela Libertadores, o Verdão disputará três rodadas do Brasileirão.