Por Catedral de Luz
14/03/2022

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Reflitam sobre a realidade, ilustres jornalistas, porque ela é profundamente diferente da leitura realizada por seus representantes.

Atentem, pois eu falo com toda a classe. Aos analistas divididos entre a coerência e a insanidade.

Cansei de assistir os jornalistas de bem pedirem para não alimentar os animais. Chegou a hora da cobrança estabelecida dentro da classe.

Alguém falou em ética? Ética? Que porcaria de substantivo é esse que permite a certos personagens imbecis empanarem o trabalho construído por profissionais honestos e que pecam apenas por alcançarem vitórias, enfileiradas umas atrás das outras?

A SEP é um exemplo decantado em verso e prova do football association. Espírito de grupo a longo prazo, onde não há craques e sim bons jogadores e esta é a receita do “Grande Palmeiras” – para tristeza dos detratores amargos.

Abaixo a intolerância e a ausência de conhecimento tático. Estudar futebol não é pecado e poucos querem crescer profissionalmente ao analisar sistemas de jogo.

Continuaremos, enquanto Palmeiras, a disputar títulos. É a marca da filosofia de Abel Ferreira – quer queiram ou não os jornalistas, pois o futebol evoluiu e não é mais uma tarde romântica de domingo.

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História… Amizades… Esposa e Filha.
Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.