Por Catedral de Luz
08/12/2021

(Fotos: Reprodução)

Libertadores, título, “Senhor da América”… Alto lá! Temos descontentes no reino alviverde da Tia Leila. Alguns internautas reclamaram da demora em finalizar o elenco para a temporada de 2022. A sanha por uma novidade a cada hora permanece.

Não seria oportuno amadurecer? Viver os novos tempos que a propósito presenteiam a torcida com uma realidade sonhada por longos anos e por aqueles que levaram o nome de “filhos da fila”.

Estivessem vocês – falo dos reclamantes das redes sociais – na pele dos personagens citados acima e estariam profundamente envergonhados, pois hoje sofrer dista de tudo aquilo que possa parecer com crise.

Os anos 80 eram a síntese do fracasso para cada palestrino – ente eles, este que vos fala. Mas, mesmo assim, resignávamos o orgulho e amávamos inquestionavelmente a cada time ruim que era montado, sob as bênçãos, é claro, de San Genaro.

Você é feliz porque alguém chorou por você. Pense a respeito e conclua.

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História… Amizades… Esposa e Filha.
Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.