Por Catedral de Luz
22/09/2021

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Em entrevista coletiva concedida tempos atrás, “Abel Ferreira” deixou claro que o time dele joga conforme o elenco disponível.

Nas entrelinhas é evidente que o técnico alviverde enfatizou o desejo de contar com. outras alternativas que lhe trouxessem mais perspectivas, porém estamos a falar do atual “Conquistador das Américas” e o futebol apresentado frente ao “C.A.M.” foi econômico, quiçá metódico. Não ousou, talvez porque entenda que o time dele, em 2020 foi além.

No futebol, o emocional é tudo e mais uma quarta parte. Na atual conjuntura faltou-nos confiança. Preferimos garantir a continuidade do sonho especulando uma “bola bandida”.

Ficam aqui algumas perguntas pontuais:

1) A estratégica do jogo fora decidir o destino é correta?

2) A “S.E.P.” está preparada psicologicamente para enfrentar o apoio do torcedor mineiro?

3) “Abel” deposita em seu time confiança na medida exata, principalmente quando o assunto é jogos fora de casa e a invencibilidade recorde na “Libertadores”?

Aguardemos.

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História… Amizades… Esposa e Filha.
Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.