Por Eduardo Luiz
16/12/2020, 11h07

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Na entrevista coletiva que concedeu após a classificação do Verdão para a semifinal da Libertadores, o técnico Abel Ferreira, que voltou a comandar o time à beira do gramado após 3 partidas ausente, não economizou nos elogios ao elenco alviverde.

“Nunca treinei uma equipe com tanta qualidade, são grandes homens. Sabemos que, para ganhar, é preciso muito mais do que jogar bem, é preciso união. E nós estamos construindo este espírito guerreiro. Assim se constrói grandes equipes, com grandes homens” disse o treinador.

Abel também falou sobre o período afastado por ter contraído Covid-19; ele admitiu que sentiu medo da doença: “Na primeira noite, eu tive medo. Esse vírus reage de forma diferente em cada corpo. Eu estava com medo quando tive a notícia. Felizmente, a partir da segunda noite, começou a estabilizar e deixei de ter febre, foram dez dias tranquilos. Todas as pessoas do clube me ligavam para perguntar se eu queria alguma coisa, as pessoas foram muito simpáticas comigo. Felizmente tudo correu bem”.

Por fim, o técnico também elogiou sua comissão técnica: “Tenho uma equipe técnica altamente competente. Tenho mais treinadores que trabalham comigo, não são assistentes, são treinadores. Hoje em dia, com a tecnologia que temos, podemos estar presentes nos treinos e nos jogos, mesmo que não seja fisicamente. O clube oferece todas as condições”.

A partida contra o Libertad foi a 13ª de Abel Ferreira à frente do Palmeiras; o português tem quase 77% de aproveitamento (9 vitórias, 3 empates e 1 derrota em 13 jogos). Clique aqui e veja mais números.