Por Eduardo Luiz
02/03/2022, 23h23

Zé Rafael e Danilo fizeram os gols da vitória no Allianz Parque. Palmeiras chega ao quarto título sob comando de Abel Ferreira, o terceiro continental.

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com o retorno de Gómez e com Veron formando o trio de ataque com Dudu e Rony, o Palmeiras iniciou o jogo tentando sufocar o Athletico-PR. Aos 6 minutos Piquerez chutou cruzado, a bola desviou em Thiago Heleno e saiu em escanteio. Aos 14, Dudu fez fila na defesa adversária mas escorregou quando entrou na área; Rony ainda pegou a sobra, mas errou a conclusão.

Aos 16 minutos Danilo lançou Rony, que escoraria de cabeça se Pedro Henrique não conseguisse um desvio providencial. Na cobrança de escanteio executada por Raphael Veiga, Murilo foi no terceiro andar mas escorou para fora. Aos 21, depois de rápido contra-ataque puxado por Zé Rafael, Dudu recebeu pelo lado direito do ataque e soltou a bomba, por cima.

Depois da pressão inicial, o Verdão diminuiu o ritmo e não conseguiu mais criar nenhuma jogada. Parecendo estar satisfeito com o empate, o Athletico se acomodou com a situação, e a partida ficou chata. Esse panorama só foi mudar nos minutos finais do primeiro tempo.

Aos 39 minutos, depois de jogada bem trabalhada nas costas de Marcos Rocha, Abner cruzou rasteiro e Murilo se antecipou a Pablo; na sobra Hugo Moura finalizou para fora. A resposta alviverde veio aos 42: Danilo roubou a bola no campo de defesa, avançou e deu belo passe em profundidade para Rony ganhar de Thiago Heleno na corrida e chutar cruzado, à direita de Santos.

continua após a publicidade

Segundo tempo

Com Wesley no lugar de Veron, o Palmeiras voltou para a etapa final repetindo a tática adotada na etapa inicial: sufocar o Athletico-PR nos primeiros minutos. Aos 2, após blitze na entrada da área, Danilo arriscou e teve o chute bloqueado. Aos 4, Zé Rafael sofreu falta perto da área e ele mesmo cobrou com categoria; a bola ainda desviou de leve na barreira antes de morrer no ângulo direito de Santos: 1 a 0.

Empurrado pela torcida, o Palmeiras seguiu em cima do adversário. Aos 5 minutos Dudu pedalou pra cima da marcação e chutou rasteiro, nas mãos do goleiro. Aos 7, Raphael Veiga foi à linha de fundo e cruzou para Danilo chutar com desvio, para fora. Após a cobrança de escanteio em jogada ensaiada, Veiga levantou para a área, Rony concluiu de bicicleta e Santos fez milagre. Seria um gol espetacular.

Aos 9 minutos Wesley recebeu pelo lado esquerdo do ataque mas quis resolver sozinho e chutou para fora. Aos 14, depois de jogada iniciada por Dudu, Zé Rafael dominou na área e isolou. No minuto seguinte a defesa do Athletico saiu jogando errado, Rony tocou para Zé Rafael, que errou o passe para Veiga. O meia entraria livre na área…

A primeira investida dos visitantes no segundo tempo surgiu aos 18 minutos: Hugo Moura experimentou de média distância, à direita de Weverton. Aos 23, Zé Rafael sentiu algo e foi substituído por Jailson. Com uma postura menos defensiva, o Athletico voltou a levar perigo aos 29: Marlos chutou colocado e viu a bola passar perto do travessão. Aos 34, em escanteio inventado pelo assistente, Marlos colocou na área, Erik escorou, Weverton não segurou e Marcos Rocha afastou.

O Palmeiras voltaria a incomodar a meta adversária aos 36 minutos: Raphael Veiga passou por seu marcador e levantou para Gómez, que escorou por cima. Aos 41, Abel Ferreira promoveu mais duas alterações: Atuesta e Mayke entraram nos lugares de Raphael Veiga e Dudu, respectivamente.

Na primeira participação no jogo, Atuesta roubou a bola no ataque e tocou para Danilo, livre na área, chutar no canto esquerdo baixo de Santos: 2 a 0. Na comemoração do gol, Abel acabou expulso. Depois da breve confusão e dos 4 minutos de acréscimo, o árbitro encerrou a partida e os Palmeirenses iniciaram a comemoração. CAMPEÃO!!!

O título da Recopa Sul-Americana 2022 é o quarto do Palmeiras sob comando de Abel Ferreira. Os outros foram o bicampeonato da Libertadores (2020/2021) e a Copa do Brasil 2020.

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Domingo (06/3) o Verdão multicampeão enfrenta o Guarani pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. O jogo será disputado às 16h, no Allianz Parque.

Notícias relacionadas: