Por Eduardo Luiz
30/09/2022, 19h13

(Foto: Reprodução)

Com quase 24 horas de atraso a CBF enfim divulgou as análises dos lances ocorridos no jogo entre Atlético-MG x Palmeiras, na quarta-feira, vencido pelo Verdão por 1 a 0 apesar dos erros absurdos da arbitragem.

No pênalti ignorado em Atuesta, o VAR (Rodrigo Carvalhaes de Miranda, do Rio de Janeiro), considerou o pisão do Mariano “acidental”, endossando a decisão do árbitro de campo.

Já no gol anulado de Breno Lopes, Carvalhaes também concordou com Marcelo de Lima Henrique, que inventou falta de Rafael Navarro. Brigando com a imagem, o VAR disse que houve “ação faltosa” de Navarro antes da bola sobrar para Breno Lopes.

Na segunda-feira, aproveitando a viagem do Verdão ao Rio de Janeiro para enfrentar o Botafogo, a presidente Leila Pereira irá pessoalmente à sede da CBF para fazer nova reclamação formal contra os seguidos “erros” do apito contra o Palmeiras.