Por Eduardo Luiz
16/09/2021, 01h44

(Foto: Reprodução)

Após o presidente do STJD negar o pedido de liminar de 17 clubes, o auditor Felipe Bevilacqua suspendeu os efeitos da liminar que o Flamengo havia conseguido para receber público em seus jogos como mandante no Brasileirão.

A decisão de Bevilacqua foi tomada na madrugada de quinta-feira e publicada pelo jornalista Igor Siqueira, do UOL Esporte.

Com a medida, a 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, que estava ameaçada de não acontecer, está confirmada. Apoiados pela CBF, os 17 clubes mais Atlético-MG e Cuiabá, que não assinaram a liminar negada por Otávio Noronha, estavam dispostos a não entrar em campo no final de semana como forma de protesto pela quebra do acordo de isonomia que o próprio Flamengo faz (ou fazia) parte.

A decisão do auditor Felipe Bevilacqua vale até que seja realizado novo Conselho Técnico (reunião dos clubes na CBF), marcado para 28/9, ou até nova decisão favorável ao Flamengo em outras instâncias da Justiça Desportiva.